fbpx

Vida minimalista é o que te leva a viver uma vida cheia de experiências e uma nova forma de enxergar o mundo. Não é sobre ter pouco e nem sobre passar necessidades financeiras, mas é sobre viver a vida com tanta intensidade e intencionalidade que seu antigo eu irá estranhar a nova versão que você se tornará.

Ouça a Versão em Áudio Deste Artigo

O Que é Estilo de Vida Minimalista?

Verdades e mitos sobre a vida minimalista.

Minimalismo é um processo novo.

Pouco se falava sobre isso antes de 2010 e começou a popularizar logo após o filme Minimalismo do Netflix. É importante lembrar que o Minimalismo, como ideia, já existia há bastante tempo. Mas podia ser uma ideia simplesmente rejeitada e desprezada por todos. Já viu algum filme com um povo religioso que abomina a tecnologia? Pois é, o minimalismo não se parece com isso. haha.

Mas a adequação da ideia é similar.

O estilo de vida minimalista significa não somente ter uma vida mais intencional, mas também de quebrar os paradigmas atuais sobre o consumismo e a velocidade que as pessoas vivem as próprias vidas. É importante lembrar que a vida minimalista é contrária ao capitalismo (mas já falo sobre isso). Ahh, mas você pode sim ter um carro. Mas deixa te explicar mais afundo sobre a vida minimalista.

Vida minimalista é, simplesmente, ter tudo.

– 24 copos.

– 6 pratos casuais.

– 6 pratos para visitas.

– 1 jogo de talheres novos.

– 1 jogo de talheres para visitas.

– 3 toalhas de mesa para não sujar.

Sabe por que coloquei esta lista acima?

Porque, para a maioria das famílias brasileiras, essa é a verdade sobre o armário da cozinha. Mas, ainda assim, para 99% das famílias brasileiras, isso é desnecessário. Os copos acabam ocupando espaço precioso que obriga a família a comprar um armário maior (que custa dinheiro) e que será usado como armazém. Os copos serão lavados a cada um mês ou dois por ficarem cheios de poeira.

Os pratos para visitas nunca serão usados.

Talvez no Natal. Talvez no Ano Novo. Mas estão lá ocupando parte da vida e do tempo daqueles que precisam manter o lugar. É como um esforço que você fez (comprar) que possui um retorno muito baixo. Os talheres podem ser incríveis, mas a vida minimalista preza mais as experiências que as coisas.

Se uma colher quebrar no doce de goiaba…

então temos um motivo de risada por culpa do doce mais duro do planeta! A vida minimalista não chora sob o leite derramado, mas lamenta se nunca tiver provado o leite. Então isso é a vida minimalista: o primeiro foco é sobre as experiências e sobre usar as coisas ao nosso redor para ter essas experiências. 

Para ficar ainda mais claro, vou te falar dos mitos e verdades.

Mitos e Verdades Sobre Minimalismo

Será que um pouco de bagunça combina com a vida minimalista?

A vida minimalista ainda é recente.

Então é preciso entender os dois lados da moeda: primeiro o que significa vida minimalista. Depois, entender o que não é vida minimalista. Daí você terá uma boa ideia e poderá perceber como se libertar das suas posses (porque, se você depende delas, acaba sendo refém).

Minimalistas Não Usam Tecnologia?

Hoje existem diversos movimentos a favor do uso moderado da tecnologia por culpa dos efeitos nocivos ao nosso desenvolvimento e comportamento. O minimalismo não tem nada contra a tecnologia. Mas como o objetivo principal é estar presente e usar apenas o necessário, então 4 horas de Whatsapp por dia acabam ficando na lista de “desnecessários”.

Vida Minimalista é Viver Numa Van

Totalmente mito.

Vida minimalista não tem nenhuma relação com abandonar suas posses e viver como andarilho. Um ótimo exemplo disto é o Gary Vee, CEO de uma agência de marketing com mais de 1000 funcionários (vídeo no final do artigo). Apesar de ter uma vida mais corrida e movimentada que a maioria das pessoas, o Gary também é considerado um minimalista por focar, exatamente, no que é importante para ele.

Vida Minimalista é Improdutiva

Focar no que é importante, certo?

Isso significa que, se você gosta de jogar videogames o dia inteiro, então é isso que você deve fazer? O minimalismo é sobre se cercar de tudo aquilo que te ajuda a atingir o que você deseja, mas não significa abdicar da vida que você tem para ter uma vida minimalista. Se seu sonho é se tornar um jogador profissional de eSports, então é preciso lembrar que você precisa percorrer o caminho. Talvez isso signifique ter um emprego ou, talvez, focar totalmente nos jogos e reduzir a influência da sua família.

Todos Que Vivem uma Vida Minimalista São Chatos

Você pode até dizer que sim.

Imagine que você vai para um encontro com o pessoal do ensino fundamental e descobre que o Matheus virou minimalista. De repente, é possível que os hábitos de alimentação, consumo e até relacionamentos tenham mudado. Qual o motivo? Respeitar o corpo, a mente e o tempo que o Matheus possui. Talvez ele nem vá ao encontro.

Mas tudo depende.

– Minimalistas não são veganos.

– Não acordam às 5am todo dia.

– Não são hiper produtivos nem vivem numa van.

– Igualmente, não vestem apenas uma cor de roupa.

Mas podem ser. São pessoas como você.

São pessoas que resolveram focar na própria vida e encontraram as próprias respostas longe dos excessos do consumismo. Ao invés de ir a um bar, no final de semana, regado de cervejas que perdem o gosto 4 horas antes de você ir embora e de pessoas que você sequer lembra o nome, um minimalista pode preferir outra coisa…

pode preferir ir a um bar, no final de semana, 

e fazer a mesma coisa que uma pessoa normal. Não existem regras e não existe um clube da vida minimalista. Se você considera uma vida intensa e focada em experiências (e não em coisas) importante, então é preciso seguir alguns passos rápidos para limpar sua vida das coisas materiais e começar a colecionar memórias intangíveis.

Tá pronto? Vamos ao passo a passo.

Como Ter Uma Vida Minimalista?

Tudo organizado e no seu lugar significa mais foco e dedicação.

Estes 4 passos vão te ajudar.

Menos é Mais

Menos é mais significa que você vai iniciar o processo de reduzir tudo que ocorre na sua vida. Ahh, calma, isso pode ser meio exagerado mas garanto que tem sua grande utilidade. Vamos pensar no incrível Mixer Pro 4000, um liquidificador especializado em criar shakes de frutas com textura magnífica. Ou, quem sabe, pensar naquela bicicleta ergométrica.

Já sabe onde quero chegar certo?

Existem alguns produtos que, simplesmente, não adicionam nada em nossas vidas e, pelo contrário, apenas subtraem o nosso tempo e a nossa energia. Ter uma vida saudável não significa gastar mais uma hora todos os dias para poder juntar as frutas e colocar no Mixer Pro 4000. E, depois, ainda ter que lavar cada partezinha minúscula. Ter uma vida minimalista significa focar no que é importante.

E sim, isso muitas vezes significa economizar tempo.

Mas e por que a bicicleta ergométrica fica fora da lista? Ela economizaria tempo, não é? Na verdade não. Todos nós estamos há alguns minutos de distância de algum lugar em que podemos, simplesmente, correr livremente. Seja numa praça movimentada ou num parque próximo de casa ou do trabalho. A bicicleta ergométrica é apenas uma necessidade criada pelo marketing para uma demanda que você não tem.

Mas há pessoas que usam?

Claro que sim. E por isso você precisa pensar: qual o seu objetivo e quais as suas necessidades? Viver uma vida minimalista significa se livrar daquilo que nos atrapalha ou que não nos ajuda. E aqui entram os dois produtos que citei. Se o seu mixer de sucos está gastando tanto tempo assim, não seria mais inteligente comprar (ou fazer) o suco congelado para uma semana?

E a bicicleta ergométrica está sendo usada?

Se ela está lá há 3 meses parada e ninguém está usando, então já chegamos no veredicto final: é hora de vender ela e economizar um precioso espaço na sua casa para utilizar com outra coisa com maior utilidade. É tudo questão de intencionalidade: se você comprou (ou vendeu) algo que auxiliava sua vida a ter mais tempo, então você foi em direção à uma vida minimalista. 

Mais Com Menos

Um outro objetivo da vida minimalista é pensar em experiências multi propósito. Em eficiência do processo. Por exemplo, se você precisa ir deixar e pegar sua filha no colégio e, depois, deixar e pegar sua filha no reforço, não seria mais inteligente contratar uma van escolar para levar ela e economizar tempo?

Será que seria uma vida minimalista?

Lembre-se: o objetivo é fazer Mais (de coisas que você tem intenção) com Menos (recurso em escassez). Se você trabalha quase o dia inteiro e só tem dois momentos para ver sua filha (quando ela acorda ou vai dormir), então fazer mais com menos talvez signifique sacrificar o seu precioso tempo para poder passar uns rápidos mais intencionais momentos com sua filha.

Vivendo Com Intenção

E o que significa essa tal de intenção na vida minimalista?

Significa que você deixa de se tornar refém do mundo exterior e passa a realizar suas ações baseado nos seus próprios desejos. É interessante pensar que a intenção é algo que pode ser colocado em todas as suas atividades, sejam elas compras de objetos materiais ou estar presente em uma conversa. Algo que a vida minimalista preza bastante é sobre não fazer multitarefa. Afinal, se você saiu com seus amigos, o que acontece se você desviar a atenção e ficar no celular o tempo todo?

Intencionalidade é aproveitar os momentos.

É, também, estar no momento presente. Perceber onde você está (e somente aquele momento), respeitando todo o restante da sua vida é crucial para poder ter uma vida minimalista. Afinal, quanto menos distrações e interrupções, mais focado e imerso dentro de uma atividade intencional você estará.

Vida Minimalista, Autoconhecimento e Riqueza?

No fim das contas, você viverá a sua vida da mesma forma, mas com menos posses sem sentido (e que não te ajudem).

Será possível?

Alguém consegue ser minimalista e rico? Com absoluta certeza. Dá uma olhada no vídeo que coloco logo abaixo. É de um Minimalista que tem  uma empresa que vale mais de 1 bilhão de reais. Vida minimalista significa poder trazer à tona tudo com bastante intenção. Imagine o quão importante isso é para a produtividade.

Minimalismo & Felicidade | GaryVee Brasil FC [Legendado PT-BR]
Watch this video on YouTube.

Mas vamos pensar no autoconhecimento…

Vida minimalista significa estar presente e ter intenção, certo? Isso significa que você terá mais atenção sobre tudo que te acontece, tudo que você pensa e tudo que você deseja. Se você prestar bastante atenção em si mesmo, começará a notar novos padrões. Novos pensamentos e novos comportamentos. Mas o segredo é que tudo já estava lá.

Vida minimalista é entrar dentro de si.

É poder entender que, talvez, os seus hábitos consumistas apenas escondiam uma face da sua personalidade que você não conhecia. Talvez, lá no fundo, você só queria atenção e fazia isso comprando coisas caras para impressionar pessoas que não se importam com você. Mas que, no final, acaba negligenciando as pessoas que estavam próximas de você.

Isso, claro, é apenas um talvez.

A vida minimalista pode ser expandida e inserida no seu dia a dia caso você tenha a simples intencionalidade de se permitir viver apenas com o que você precisa. E decidir viver cada momento que você vive. Uma ótima ideia para isto, é se inscrever nos cursos do Alô, Evolução. Aqui te trago diversos pequenos cursos que te ajudarão com seu autoconhecimento e desenvolvimento pessoal.

Essa é uma forma incrível de ter uma vida minimalista: aprendendo.

Se você se permitir, este é o convite que eu te faço. Ter uma vida minimalista envolve desenvolvimento contínuo e sentimento de pertencimento a um grupo que te apoia e que pode te ajudar a crescer. Quer acesso a tudo isso? Basta se inscrever na nossa lista de emails.

Vida Minimalista Vale à Pena? [5 Passos P/ Começar]

A vida minimalista é repleta de vários mitos.  

Primeiro, antes de começarmos a falar sobre custos, sacrifícios e benefícios, vou começar falando dos mitos.

Preciso te explicar logo que uma pessoa minimalista não é alguém que se livra de todas as posses materiais.

Sim, você pode ter um carro, uma casa e mais de um par de sapatos.

Na verdade, existe algo que não te contaram sobre a vida minimalista.

A vida minimalista pode te deixar até mais rico! 

A vida minimalista é baseada em ter apenas o essencial, em não desperdiçar nem nas suas posses nem no seu próprio tempo.

Como assim? Imagine seus relacionamentos, seu emprego, o trajeto até seu trabalho e até os porta copos que existem na sua casa.

Tudo isso tem sua função, mas quero te trazer um exemplo que vai facilitar bastante tudo que vou te explicar sobre o minimalismo. 

Pense em aparelhos da Polishop que fazem suco com frutas. 

Geniais, correto? Falando sobre mitos da vida minimalista, posso dizer que talvez não sejam.

Entenda que o minimalismo é bem parecido com O Poder do AgoraVocê estará no tempo presente em sua vida e irá aproveitar bastante cada momento dela.

Isso significa que todas as suas aquisições (desde uma caixa de fósforos até a sua casa) precisam levar em conta sua experiência na Terra. 

“Que coisa chata! Não quero precisar pensar nisso tudo!” 

Bem, deixa te explicar algo então. Se você não gostar, então pode sair do artigo que uma vida minimalista não funcionará para você, tá bem?

Vamos pensar nos pratos da sua casa. É algo bem simples mesmo. Imagine que você compra um jogo completo de pratos.

Existem, digamos, 9 tipos de pratos diferentes para ocasiões diferentes.  

A maioria das casas possuem apenas três tipos de pratos.

Um dos tipos de prato é o pequenino de sobremesa, depois temos o prato fundo e o prato raso.

Dependendo da quantidade de espaço e armários na sua casa, você colocará um em cima do outro (na ordem que falei).

Então vem algo que as pessoas da vida minimalista não gostam: cada vez que você for pegar um prato raso, acaba precisando tirar os pratos fundos de cima.

Todas as refeições exigirão, vamos chutar, 12 segundos a mais para tirar e devolver os pratos. 

12 segundos, três vezes ao dia, durante um ano, são 2h40min. 

Uau, 2 horas e 40 minutos não é nada comparado a um ano, correto?

Porém, apenas te falei dos pratos (tem muito disso no seu dia).

Ahhh, antes de continuar preciso te lembrar que, se você realmente gosta dos pratos e faz questão de “pagar” essas 2h40min da sua vida, então faça.

Vida minimalista significa tomar consciência e usar apenas o que é essencial, otimizando sua vida para o que te dá prazer. E aí, quer continuar? 

Se quer encontrar suas horas perdidas e ter maior felicidade, vamos lá!

Sacrifícios da vida minimalista

ilha paradisíaca combina com minimalismo
O que acha? Será que você precisará sacrificar uma viagem à esta ilha paradisíaca para ser um minimalista?

Cada pessoa precisa de um tipo de sacrifício diferente.

Porém, essa palavra que estou usando para a vida minimalista é errada. Quando você aprende a viver uma vida minimalista, você não considerará isso um sacrifício.

Quando você entender, poderá usar o tempo do exagerado” para o “essencial.

E o essencial é algo tão simples quanto passar 30 minutos a mais com seus filhos, esposa ou mesmo assistindo Netflix todos os dias por ter se livrado de algo exagerado.

Sacrificar o exagero da sua vida é matar um pouco seu ego.

Sacrificar sua vida atual significa olhar profundamente para as pequenas coisas do seu dia.

É interessante que, por mais estranho que isso pareça, quando você começa a ter uma vida minimalista, você sentirá que sua mente “reduz a velocidade”.

Ao mesmo tempo, o seu dia rende bem mais. Seu trabalho, produtividade e relacionamentos fluem de uma forma bastante prazerosa.

Tudo isso porque você resolveu fazer um sacrifício. Uma troca.

Uma troca simples que exige apenas que você esteja presente e não desperdice seu tempo. Que você invista mais tempo no que é importante e menos em tarefas que desperdiçam seu tempo.

Outro exemplo que posso te dar é uma mesa de jantar de vidro (e sem toalha de mesa em cima). Sabe o que isso significa? Significa que, agora, você precisará usar protetores nos pratos.

Significa que você tem uma necessidade que tem outra necessidade.

Uma mesa de vidro descoberta significa que você criou a necessidade de ter protetores da mesa de vidro para colocar os pratos em cima.

O que significa que você precisará lavar, guardar e comprar novos protetores quando ficarem desgastados.

Okay, mas admito que a mesa fica muito bonita da forma que é. A questão aqui é: você está disposto a pagar o preço pela mesa de vidro?

A simples pergunta faz você ter uma vida minimalista.

Mas, para ir a fundo e descobrir como encontrar na sua vida as várias situações que a vida minimalista poderia te ajudar, preparei um passo a passo para analisar sua rotina.

Esse passo a passo é uma análise rápida para usar amanhã mesmo durante o seu dia.

Depois disso, você poderá repetir ou, simplesmente, lembrar e, de repente, acabará se tornando uma pessoa com vida minimalista e maior felicidade.

Quer começar? Vou te dar o passo a passo.

5 Passos Para Começar na Vida Minimalista

encontro de amigos minimalista
No fim das contas, o que importa são as pequenas coisas. Por isso o foco do minimalismo está longe das coisas materiais.

Okay, esse passo a passo não vai tornar você um minimalista em 24h, mas tenho certeza que vai te ajudar a entender a sua vida como ela é.

Também aumentará o seu nível de consciência sobre a forma como você vem vivendo.

Ao final das ações práticas abaixo, você terá a possibilidade de implementar a vida minimalista na sua rotina e decidir se vale à pena para você ou não.

#1. Use um TimeLog

Timelogs são representações de nossas atividades diárias num caderninho.

Na verdade, hoje existem aplicativos (como o SaveMyTime) que fazem isso para você de forma super simples. Use sua criatividade para poder definir a sua vida em categorias diferentes.

Com o timelog, você aprenderá muito sobre como você usa o seu tempo durante o dia a dia.

Use o timelog por uma semana para melhores resultados.

Depois disso, pare e analise o quanto e como você realmente utiliza cada minuto dos seus dias.

Quando você fizer isso, se surpreenderá com a verdade. É complicado encarar a verdade da nossa vida com timelogs porque eles mostram muitos pontos cegos nossos.

Volto a falar sobre isso no Passo 3.

#2. Para Uma Vida Minimalista, Faça um Inventário!

Sabe lista de casamento? Quase isso, mas ao contrário.

Sua casa tem muitos itens físicos (panelas, ferramentas, móveis, acessórios, plantas, etc.).

O objetivo aqui não é catalogar cada caneta de cada cor que existe na casa, mas que você faça uma lista do que você não sabe ao certo se serve ou se funciona para seu objetivo. Sabe, muitos objetos do dia a dia acabam sendo usados por hábito e não por funcionalidade.

Muitas vezes pegamos costumes dos nossos pais ou cônjuges.

Nessa lista você colocará o que acha que pode ir embora (num bazar, por exemplo).

Claro, você não precisa se livrar de coisa alguma da sua casa, pode até continuar com tudo que já tem e otimizar apenas o seu tempo.

Para saber, exatamente, o que vai ficar na sua vida minimalista, você precisa ter o Passo 3 bastante compreendido.

#3. Decida o Que é Mais Importante

Já fez uma roda da vida alguma vez?

Análises como essa mostram a você a realidade da sua vida. Te ajudam a ver seus objetivos e o quão perto você está de cada um deles.

Além dela, você também precisa de bastante autoconhecimento para entender o que representa você e o que foi colocado na sua cabeça pela matrix. Esse é um processo individual, subjetivo e bastante demorado, mas garanto que valerá à pena.

É tempo, dinheiro, amor, educação ou empreender que você quer?

O que você quer, exatamente, na sua vida neste momento?

Se, por exemplo, você tem o objetivo de conseguir um emprego na sua área enquanto ainda está na faculdade, você precisa pensar a sua rotina de forma que tudo se alinhe para isso.

Então, com as prioridades em mãos, você poderá decidir o que fazer com seu tempo (Passo 1) e seus bens materiais (Passo 2).

#4. Minimalismo é Livrar-se do Desnecessário

Okay, já sabemos do tempo, dos bens materiais e da importância de cada área da nossa vida.

Agora precisamos dar atenção ao que é mais importante e tirar atenção do que prejudica nosso foco principal.

Se você quer ficar milionário para ter mais segurança na sua vida, então sua prioridade de economizar dinheiro precisa ser maior que gastar dinheiro (por mais simples que isso pareça).

Se a mesa de vidro gasta mais tempo do que deveria, livre-se dela.

Se seu relacionamento não é saudável e prejudica mais do que beneficia, então sei que é difícil, mas uma vida minimalista significa reduzir atritos e ter mais felicidade.

Não significa se livrar da sua parceira ou parceiro, mas sim ter uma relação com significado. De que adianta gastar sua vida, a única que você tem, com relações vazias?

#5. Compre um Economizador

Existem alguns utensílios que ajudam bastante.
Podemos pensar num smartphone como um item minimalista (esquecendo a parte do desperdício de tempo em redes sociais).

Sabe o canivete suíço? Faca, abridor de vinho, abridor de cerveja, canivete e chaveiro.

Com certeza isso economiza bastante tempo e junta várias funções em uma.

Mas se você compra um canivete suíço com 30 funções e só usa 4, será que ele é útil?

Todos os exemplos que dei aqui foram contra-intuitivos para você entender melhor.

Assinar a Netflix pode ser algo da vida minimalista já que economiza tempo para atingir o objetivo de assistir seus filmes e séries.

Procurar o filme pirata dá muito trabalho, essa é a verdade.E a Netflix parece com a vida minimalista nesse sentido.

É mais barato (em tempo, esforço e segurança), assinar a Netflix do que procurar os filmes e séries que você quer assistir de maneira ilegal.

Simples, né? Basta guardar esse último exemplo e ficará bem mais fácil entender como ter uma vida minimalista.

E esses foram os 5 passos para uma vida minimalista.

Se você quer aprender um pouco mais sobre como ter uma vida prazerosa e cheia de autoconhecimento, entra na minha lista e te ajudarei com conteúdos exclusivos e voltados para sua evolução pessoal.

Enviarei com tempo suficiente para você refletir e absorver tudo que é importante para você.

Por fim, quero deixar você com o minimalismo cantado no Brasil:

Titãs - Epitáfio (Clipe Oficial)
Watch this video on YouTube.



Caio Vinicius

Analista de TI. Apaixonado por Desenvolvimento Pessoal, livros, psicologia e comportamento humano. Viciado em aprender. Acredito que conhecimento seguido de ações é o único caminho para transformar a sua vida.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *