Relacionamentos: o que são e como vivê-los de maneira feliz!

Relacionamentos são parte de nós seres humanos. Alguns de nossos impulsos mais fortes e consistentes de toda a vida, pois estão ligados a fatores essenciais da existência.

As plantas se relacionam, amebas se relacionam, animais se relacionam, seres vivos mais primitivos se relacionaram de alguma maneira.

Dessa maneira, podemos entender o relacionamento como ponto fundamental para continuidade da vida.

Conhecer, entender e elaborar a maneira como os relacionamentos acontecem. Compreender tudo o que está envolvido por trás dessa palavra tão comum.

Esse é o caminho para manter controle e equilíbrio em todas as fases das relações humanas.

Nossos relacionamentos refletem o modo como nos relacionamos com o mundo em geral.

Sendo assim, vamos realizar um passeio pelo que é relevante conhecer sobre os relacionamentos.

Reconhecer o impacto que eles possuem em nossas vidas e entender como produzir, manter e consolidar relacionamentos positivos e construtivos.

Relacionamentos que tragam felicidade.

Durante esse artigo, convido você a refletir sobre:

O que são relacionamentos ?

O que são relacionamentos ?

Estamos falando sobre uma forte conexão entre pessoas.

O objetivo é claro. Atender as nossas necessidades físicas, emocionais e psicológicas.

Somos naturalmente sociáveis, gostamos de interagir, conversar e dar boas risadas na mesa do bar. Nos sentimos bem, aceitos e com frequência conseguimos até esquecer de nossos problemas, mesmo que por um tempo.

Na presença de pessoas que gostamos de nos relacionar, sentimos que somos amados e somos invadidos por um bem estar geral.

Temos medo da solidão.

Não nos sentimos confortáveis sozinhos, mesmo que estar sozinho signifique não sair para encontrar os amigos no fim de semana.

Link relacionado: Aprenda a Ser Sozinho(a): 16 Maneiras Para Começar Hoje

No entanto, acredito que você não queira qualquer tipo de relacionamento.

Queremos ao nosso lado pessoas positivas e que gostem de nós pelo que somos. Pessoas que se importam e querem ver nossa evolução diária.

Por isso, a importância de entender como desenvolver e manter bons relacionamentos pessoais.

Qual a importância dos relacionamentos?

Qual a importância dos relacionamentos?

Como disse no tópico anterior, os relacionamentos são importantes para sua felicidade e bem estar geral.

Ajuda você a compreender e combater sentimentos e emoções ruins como o medo da solidão, medo do futuro e incertezas da vida.

Construímos nossa trajetória de vida através de experiências e momentos que passamos com as pessoas que convivemos.

Bons relacionamentos são construídos com base na honestidade, lealdade, apoio, confiança e amor.

Fornecem propósito as nossas vidas.

  • Um pai que se esforça para cumprir uma rotina maluca e assim construir uma vida mais tranquila para sua família.
  • Uma amiga que fica com você por 2 horas, no telefone, após o término do seu namoro.
  • Quando seu companheiro(a) se preocupa em saber como foi o seu dia e porque está preocupada(o).

Relacionamentos amorosos

Forte conexão entre duas pessoas que desperta admiração e interesse de ambos. Amizade que evolui rápido ao sentimento conhecido popularmente como “amor“.

Dessa forma, as pessoas envolvidas assumem um compromisso, independente do nível de formalidade.

De acordo com o psicólogo Robert Sternberg, relacionamentos amorosos são feitos de três componentes:

  1. Paixão: deve existir atração física e sexual entre os envolvidos, o que aumenta as chances do relacionamento durar por um longo período.
  2. Intimidade: saber sobre gostos, manias e jeitos do outro em profundidade. Representa se importar e participar da vida do outro.
  3. Compromisso: quando pessoas, por espontânea vontade, escolhem viver, construir e crescer ao lado de outras. Representa futuro, planos e objetivos.

Segundo Sternberg, quando um dos elementos entra em extinção, brigas e problemas aparecem como avalanches e começam a destruir o relacionamento amoroso.

Relacionamentos entre amigos

Amigos são pessoas que tornam os nossos dias mais leves.

Ajudam a colorir nossa rotina cheia de compromissos e obrigações com risadas e reflexões.

Ou seja, fornecem a nós, de maneira gratuita: cuidado, carinho, confiança, compromisso e amor.

Quando passamos por momentos difíceis, eles nem sempre sabem o que nos dizer, no entanto, estão ao nosso lado.

São honestos e jamais vão querer nos passar a perna.

Tirar sarro é comum entre amigos, não para diminuir ou chatear o outro, mas para juntos darem boas risadas.

Críticas são construtivas.

Sentimos que bons amigos realmente querem nos ajudar a crescer e evoluir como pessoa.

Se importam de verdade com você e estão dispostos a fazer o possível para vê-lo sorrir.

Fases do relacionamento

Fases do relacionamento

De acordo com o estudioso psicólogo George Levinger, os relacionamentos podem passar por até 5 fases, sendo elas:

  1. Conhecimento;
  2. Construção;
  3. Continuação;
  4. Deterioração;
  5. Rompimento.

Uma frase que resume a fase de conhecimento é: “A primeira impressão é a que fica!“. Os primeiros encontros, a descoberta. Existindo conexão inicia-se a segunda fase.

Dessa forma, começa a construção de um relacionamento. As pessoas começam a confiar e se importar umas com as outras. Compartilham experiências e interesses.

Cria-se então um relacionamento.

A continuação e construção de um bom relacionamento depende exclusivamente das pessoas envolvidas. Um bom exemplo são amigos antigos que não se falam há muito tempo, no entanto, quando se encontram parece que nada mudou.

Existe confiança e compromisso. Uma forte conexão foi criada, resistindo ao tempo e muitas vezes, as distâncias físicas.

Alguns de nossos relacionamentos acabam se deteriorando, ou seja, por algum motivo nos desentendemos e nos afastamos de algumas pessoas. (física ou emocionalmente).

Duas opções são possíveis nessa fase, desistir do relacionamento ou investir tempo e atenção para reconstruí-lo.

Por fim, o ciclo dos relacionamentos termina com o rompimento, que pode ocorrer por distanciamento ou morte de uma das pessoas.

Tipos de relacionamentos

Tipos de relacionamentos

Os relacionamentos podem ser saudáveis, onde existe conversa, planos e construção em conjunto.

Mas também podem ser tóxicos, onde não existe confiança, compreensão e apoio mútuo.

Relações abusivas completam a lista dos tipos de relacionamentos.

Queremos e buscamos bons relacionamentos, mas não é raro entrarmos em barcos furados.

Sendo assim, algumas características para ajudá-lo(a) a reconhecer cada um dos possíveis tipos de relacionamentos.

Saudáveis

  • Boa comunicação entre os envolvidos;
  • Respeito por opiniões, sentimentos e desejos do outro;
  • Confiança sem a necessidade de provas;
  • Decisões são tomadas em conjunto e considerando a opinião de ambos;
  • Respeito pelo espaço pessoal e tempo do outro;
  • Pessoas em relacionamentos saudáveis, se importam com as outras, se colocam a disposição em caso de necessidade;
  • Honestidade.

Tóxicos

  • Discussões e brigas frequentes frente a problemas e imprevistos;
  • Falta de respeito e responsabilidade emocional para lidar com o outro;
  • Ambiente rodeado de desconfianças;
  • Falta de honestidade e sinceridade;
  • Decisões tomadas individualmente, prejudicando o grupo;
  • Ciúmes;
  • Divisão financeira injusta;
  • Apego emocional;
  • Falta de limites pessoais.

Abusivos

  • Comunicação agressiva e desrespeitosa;
  • Manipulação e falsas acusações o tempo todo;
  • Tentativa de controlar os outros;
  • Isolamento proposital;
  • Manipulação de outras pessoas do grupo;
  • Sentimento e imposição de autoridade;
  • Falsidade.

Como manter bons relacionamentos?

Como manter bons relacionamentos?

Relacionamentos são realmente complicados. Envolve atender as expectativas de duas ou mais pessoas, com gostos e experiências de vida completamente diferentes.

Vivemos na chamada “era digital“, podemos facilmente nos comunicar com qualquer pessoa do mundo, a qualquer hora do dia.

No entanto, mesmo com tantas facilidades, os problemas de comunicação ainda são os grandes vilões em relacionamentos sociais e amorosos.

Nossas vidas são como uma montanha russa de altos e baixos. Os relacionamentos não são diferentes e em algum momento, pessoas que se relacionam irão discordar.

Uma boa comunicação é ter confiança e coragem para se abrir e falar com honestidade quando algo incomoda você.

Mas é também saber escutar e entender o ponto de vista contrário, valorizando assim as experiências e trajetória do outro.

No entanto, outros fatores são fundamentais para ajudar você a manter bons relacionamentos:

  • Crie e comunique os seus limites pessoais;
  • Busque compreender os limites pessoais dos outros;
  • Escute as pessoas de maneira empática, verdadeiramente se colocando em seus lugares;
  • Não tenha medo ou vergonha de expressar admiração e respeito por alguém;
  • Seja uma pessoa positiva;
  • Esteja aberto a críticas construtivas e apoio quando necessário.

Fim do Relacionamento

Fim do Relacionamento

Quando pensamos em término de relacionamentos, costumamos associar a relacionamentos amorosos. No entanto, para outros relacionamentos pessoais, o rompimento também é comum

Nem todos os nossos relacionamentos são para vida toda.

Nossos gostos, interesses e atividades estão sempre mudando e com isso, se torna cada ver mais normal começarmos e terminarmos relacionamentos.

Quer um exemplo?

Digamos que você mude de cidade ou quem sabe de emprego. Com certeza perderá contato com muitas pessoas de sua cidade ou emprego antigo.

No entanto, ao chegar em sua nova casa e trabalho, criará tambem novas oportunidades de relacionamentos.

Dessa forma, no decorrer de nossas vidas sempre estamos deixando algumas relações e construindo outras. Mas nunca deixamos de nos relacionar.

O sucesso dos relacionamentos pessoais está, portanto, na compreensão de como eles funcionam e nas formas como se apresentam.

Os elementos que estão envolvidos numa relação, a forma como os processos humanos acontecem dentro de cada um de nós e, sobretudo, o reconhecimento de nossa condição humana.

Antes de buscar um relacionamento saudável, procure cuidar da sua integridade psicológica, sua saúde, seu amor próprio, sua autoestima, sua confiança, para depois pensar em compromissos com os outros.

Seja feliz com você mesmo, antes de procurar ser feliz com alguém.

Desejo que construa bons relacionamentos. Que ajudem a buscar e alcançar aquilo que deseja para sua vida. Não esqueça de compartilhar esse artigo com as pessoas que ama e se importa.

Muito obrigado pelo seu tempo e atenção.

Continue sua evolução aqui:

Autoconhecimento: Como Criar O Futuro Que Deseja Viver

Teste De Autoconhecimento: Qual É O Melhor E Como Fazer

Organização Pessoal: Guia Completo Para Começar Hoje!

Como Se Organizar: 10 Melhores Práticas Para Iniciar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *