fbpx
Relacionamentos interpessoal são uma forma de atingir seus objetivos ao mesmo tempo que melhora sua satisfação em fazer parte de equipes.

Relacionamentos interpessoal são uma forma de atingir seus objetivos ao mesmo tempo que melhora sua satisfação em fazer parte de equipes.

Os relacionamentos interpessoal podem ser a chave da porta para seu sucesso profissional, mas também podem ser a chave para a porta do fracasso nos âmbitos pessoal, profissional e até nas redes sociais.

Neste artigo vou te explicar tudo que você precisa saber para desenvolver bons relacionamentos interpessoal de forma a atingir todos os seus objetivos.

Relacionamentos interpessoal são constituídos de…

duas ou mais pessoas. Haha.

Vou te explicar tudo que é necessário para ter bons relacionamentos interpessoal e, dessa forma, que você possa usar essa habilidade em qualquer área da sua vida em que existam relacionamentos.

Este é um artigo prático baseado em estudos do comportamento e tem o objetivo de criar uma alteração imediata na sua vida.

Ou seja, você não será o mesmo após ler.

Porém, mais importante do que ler é praticar. Relacionamentos interpessoal não são algo passivo, mas sim algo que exige prática e desejo de Evoluir como pessoa, trazendo mais valor e direcionamento para suas atividades que envolvem outras pessoas.

E aí, tá pronto para melhorar seus relacionamentos interpessoal? Primeiro deixa te explicar a leve (mas importante) diferença entre os…

Tipos de Relacionamentos Interpessoal

Um dos relacionamentos interpessoal que mais dá prazer e tristeza: relacionamentos amorosos.

Um dos relacionamentos interpessoal que mais dá prazer e tristeza: relacionamentos amorosos.

Os tipos de relacionamentos interpessoal se destacam, principalmente, nas áreas:

  • Pessoal,
  • Profissional,
  • Redes sociais.

Porém, lembre-se da definição de relacionamentos interpessoal: “relação entre duas ou mais pessoas”.

Isso significa que, caso você queira, este artigo também pode te ajudar em relações familiares ou até mesmo amorosas.

Vamos ao primeiro tipo.

Pessoal

Esse é um dos tipos das relações interpessoais que mais prejudica a autoestima. Isso por ser uma área que se conecta muito com a vida amorosa e onde deixamos nosso lado emocional influenciar nossas decisões.

Os relacionamentos interpessoal pessoais são cruciais, porém, para manter uma forma saudável de conviver com todos ao seu redor de modo harmonioso e prazeroso.

É o barzinho de fim de semana.

Ou, quem sabe, aquela viagem com os amigos que você está planejando há muito tempo.

Para relacionamentos interpessoal nessa área, você terá benefícios em ter mais respeito, admiração e prazer em se relacionar com outras pessoas do seu círculo interno. Tenho certeza que você aprenderá muito ao ter uma melhor relação com aqueles próximos de você.

Profissional

Ahh, essa é a área mais buscada quando se fala de relacionamentos interpessoal.

O lado profissional é importante porque ele é a base de tudo que fazemos no dia a dia. Na verdade, já parou pra pensar que mais da metade do tempo que você passa acordado é no trabalho?

Se dormirmos 8 horas, sobram 16 horas. E, dessas 16 horas, mais da metade é no trabalho. Se você trabalha com outras pessoas,

ter bons relacionamentos interpessoal é crucial!

Na verdade, isso volta ao que falei contigo no início do artigo. Bons relacionamentos interpessoal no trabalho são essenciais para abrir as melhores portas.

E, principalmente, vão impedir que você feche essas portas por não ser compreendido ou não saber se expressar.

Relacionamentos interpessoal no trabalho podem ser analisados como sendo a própria networking, que é a criação de relacionamentos com objetivos profissionais.

Redes Sociais

Preciso citar as redes sociais porque muitas pessoas ficam fissuradas nas relações feitas nelas.

Se você quer saber o quão importante é desenvolver bons relacionamentos interpessoal nas redes sociais bem como saber usar isso ao seu favor e desenvolvimento profissional, então esse é um tipo de relacionamento interpessoal que você vai adorar conhecer.

Agora vamos direto aos 7 passos!

7 Passos Para Bons Relacionamentos Interpessoal

Respeito e honestidade é algo importante para manter bons relacionamentos interpessoal.

Respeito e honestidade é algo importante para manter bons relacionamentos interpessoal.

#1. Relacionamentos Interpessoal: Cultive Sua Networking

Já começaremos falando de redes sociais.

Empreendedorismo e relacionamentos interpessoal tem muita relação. É importante saber se expor adequadamente e com bastante cuidado.

Se você souber causar o impacto correto nas suas relações, poderá se destacar e conseguir atingir seus objetivos com a ajuda dos outros com muito mais facilidade.

Você sabe como usar estratégia no Linkedin?

Usar Linkedin, Instagram e Facebook ao seu favor para cultivar bons relacionamentos interpessoal é, hoje, essencial para se tornar um profissional do futuro (passo 6).

Todos precisamos nos adaptar para chegar à próxima etapa da Evolução do trabalho. Tudo é questão de oferta e demanda. E a demanda, hoje, é por profissionais do futuro.

E, se as pessoas não sabem o que você faz,

como você acha que elas vão encontrar e recomendar você? As relações interpessoais começam, de fato, na sua foto do perfil de todas as redes sociais.

Qual imagem você quer passar e com quem você quer se relacionar? É importante perceber, por exemplo, como que você gerencia a sua própria marca pessoal em redes sociais.

Networking podem ser ativa ou passiva.

Uma networking ativa é aquela em que você cultiva conversando com pessoas, encontrando pessoas novas e treinando suas habilidades sociais e de expressão pessoal.

No entanto, para criar uma networking hoje, é preciso ter uma boa expressão nas redes sociais (essa é a forma passiva).

Entenda a estratégia correta para usar nas redes sociais e se destacar como profissional e parta para a ação.

#2. Invista em Autoconhecimento

Autoconhecimento será a próxima grande Evolução.

Acontece que muitas pessoas, simplesmente, vivem a vida inteira tentando se encaixar em modelos que elas não criaram e, principalmente, que elas sequer encaixam.

Isso é terrível porque prejudica muito seus relacionamentos interpessoal.

Basta imaginar comigo o seguinte: se você é uma pessoa que odeia planilhas do Excel, você se candidataria para uma vaga que você apenas vai fazer e manter planilhas do Excel?

Tudo bem, talvez você até saiba que odeia.

Mas você sabe o motivo de odiar? Muitas vezes, sem saber nosso próprio perfil e nossa forma de funcionar, acabamos nos distraindo e construindo uma espécie de futuro em que não fazemos o que gostamos.

Pior ainda é quando deixamos que nossos relacionamentos interpessoal sejam com pessoas que não agregam valor algum ao trabalhar juntas.

Diversidade é importante, mas quem é você?

Sério. Quem é você? Como você vai saber que sua performance é terrível numa equipe de vendas se você nem sabe no que você é bom?

Minha dica é que você pare de aceitar as migalhas que a vida te dá e passe a plantar o trigo para fazer o pão que você quer e merece comer.

Esse é até um dos grandes motivos deste blog existir, para que você aceite o direito de viver a vida que quer ter.

Mas te falo sobre isso em breve…

#3. Aprenda a Ler Melhor o Outro

Todos nós temos um “sistema operacional.”

Apesar de sermos, totalmente, diferentes uns dos outros, os relacionamentos interpessoal possuem um padrão bem específico. Esse padrão vai te ajudar a se relacionar melhor com os outros.

Basta pensar, por exemplo, nos perfis de personalidade ou na Programação Neuro Linguística (PNL). Se formos pensar na PNL, temos vários “canais” de comunicação. Se eu usar as palavras corretas com a pessoa correta, então a minha mensagem será melhor entendida.

Isso significa melhores relacionamentos.

Por exemplo, se você for falar com uma pessoa que usa o canal visual de comunicação, mas estiver usando frases do canal cinestésico, então a mensagem não será bem interpretada.

E, como falei antes, para conseguir fazer isso você precisa de bastante prática para conseguir superar suas dificuldades e colocar seus relacionamentos num novo patamar.

Sabia que suas expressões não mentem…?

É verdade, a gente realmente não consegue esconder o que acontece no nosso inconsciente. Isso porque tudo que acontece gera químicos que alteram nossas expressões faciais e nos fazem criar expressões que nossa mente consegue ler inconscientemente.

Funciona assim: se você fica triste, músculos específicos do rosto se movem automaticamente.

Fazemos e lemos expressões automaticamente.

Uma forma de você entender melhor essa questão das expressões faciais é assistindo esse vídeo abaixando analisando um caso que uma moça tentou processar o Neymar por estupro.

Pode parecer que é adivinhação, mas as expressões faciais são uma ciência exata e não uma ciência humana. Ou seja, as expressões seguem um padrão bastante rígido e matemático.

Cuidado com as suas expressões e fale a verdade!

Relacionamentos interpessoal baseados na mentira são, como você verá no vídeo abaixo, facilmente desmascarados pelo nosso inconsciente.

É aquela sensação estranha que temos de não gostar de alguém mesmo sem saber o motivo. Muitas vezes, são simples metáforas que nossa mente cria para tentar nos proteger.

#4. Saiba Como Ser um Giver e Alavanque Seus Relacionamentos Interpessoal

Sua networking é essencial para seu sucesso.

E sucesso pode ser algo simples como a aprovação de um projeto no trabalho que você tanto tem carinho mas que ninguém dá valor. Ou também pode ser uma mudança de emprego.

Para cultivar uma boa networking de contatos, aprenda a ser um Giver (doador) e gerar valor aos outros sem precisar ser a pessoa que sempre pede ajuda mas não ajuda ninguém.

A verdade é que aqueles que dão mais do que recebem acabam se destacando bem mais e subindo seus níveis de relacionamentos interpessoal.

Mesmo que você seja egoísta…

Se você for egoísta e quiser, por exemplo, ter um aumento de salário ou promoção do seu cargo atual, o melhor caminho é, simplesmente, ajudar o máximo de pessoas possível.

O vídeo mais abaixo explica, com estatísticas detalhadas, como que os Givers conseguem subir a cargos de confiança ou liderança. E, mesmo que você não queira subir para um cargo superior, manter sua networking sempre ativa fará você estar sempre pronto para o que pode vir no futuro.

Assista o vídeo e entenda melhor sobre Givers.

Algo importante de frisar é que, como você notou no vídeo do passo anterior, nossas expressões faciais são facilmente detectadas pelos outros.

Se você tiver segundas intenções as pessoas vão notar. Isso não é simples. Na verdade, é o passo mais difícil de todos. Quando você faz algo por alguém com segundas intenções, isso é detectado.

O exercício é ser altruísta e realista.

Se você quer algo de alguém, então deixe isso bem claro. Se quer fazer para agradar, faça para agradar. Se quer fazer porque quer uma promoção, tenha a certeza que bons relacionamentos interpessoal no trabalho não se importam com segundas intenções.

Ou seja, no trabalho não faz mal ter segundas intenções. Na verdade, isso é até incentivado.

#5. Tome Sábias Decisões

Sábias decisões não são “suas”. A sociedade cresceu e se desenvolveu para que você possa usar todo o conhecimento coletivo para seus relacionamentos interpessoal.

Sábias decisões não são “suas”. A sociedade cresceu e se desenvolveu para que você possa usar todo o conhecimento coletivo para seus relacionamentos interpessoal.

Basta aprendermos com conhecimentos do passado de pessoas que dedicaram a vida a criar modelos de tomada de decisão.

Por exemplo, você pode consultar 5 Livros Recomendados Para Um Profissional como forma de conseguir tomar boas decisões. Não basta você “achar que essa decisão será boa”, é necessário usar um modelo lógico para poder perceber, realmente, se suas decisões são boas ou não.

Líderes bons não contam somente com a própria mente.

Isso significa ler livros, conversar com pessoas, usar modelos e tudo que for necessário para ter bons relacionamentos interpessoal. O mundo já tem muito conhecimento sobre tomada de decisão e muitas informações para te ajudar a ter um contexto melhor.

Quanto mais precisas e certeiras forem suas decisões, mais pontos você ganha em todos os seus relacionamentos interpessoal relacionados a essa decisão.

Já imaginou ser a pessoa “sempre certa”?

Os outros, certamente, vão respeitar você muito mais que antes se você usar modelos de tomada de decisão que sejam firmes e diretos e te ajudem a mitigar o risco e maximizar o lucro da decisão.

Uma dessas decisões é, por exemplo, afastar você do desemprego em massa que ocorrerá em alguns anos quando o profissional do futuro se tornar “do presente”.

#6. Seja um Profissional do Futuro

Um profissional do futuro é aquele que entende as diferentes inovações e mudanças de mindset que nosso mundo está vivendo.

Esse profissional entende que bons relacionamentos interpessoal são necessários para expandir sua carreira junto com outros parceiros que possuem ideologias similares.

O profissional do futuro mantém-se necessário.

É como o Giver do passo 4. Se você continua sendo um Giver e ajudando sua equipe mais do que ela ajuda você, então você continuará sendo necessário.

Dessa forma, não é difícil imaginar que você não precisará ter medo do desemprego ao perceber que seu modo de pensar e agir está de acordo com os mais recentes estudos sobre necessidades no emprego para o profissional do futuro.

7. Saiba Que Evolução é Constante

De nada adianta que você siga todos esses passos anteriores uma única vez. É como uma estrada, um caminho a seguir. Mas não basta percorrer apenas uma vez.

De nada adianta que você siga todos esses passos anteriores uma única vez. É como uma estrada, um caminho a seguir. Mas não basta percorrer apenas uma vez.

Esses passos são um ciclo. Por exemplo, no passo 6 você descobriu o profissional do futuro e como a importância dele se torna crucial para manter-se não somente empregado mas tendo um emprego digno e que te traga felicidade.

Evoluir, nesse sentido, é perceber que o profissional do futuro se tornará “do presente” em alguns anos.

Evoluir significa olhar para dentro.

É como se você pudesse olhar para dentro de si e perceber as diversas diferenças que você mesmo tem sobre si próprio.

Assim você pode lidar com todas as suas qualidades e defeitos de forma a maximizar sua felicidade. Ganhar mais dinheiro não significa ser mais feliz mas, se isso é necessário para você, como fará isso?

A resposta é constância.

Enquanto, no passado, bastava apenas ter conhecimento e saber fazer algo, hoje não é mais sobre o quanto você sabe, mas sim o quão rápido você consegue saber algo.

Quem se adapta mais rápido vence o jogo. Quem não se adapta, porém, perde o jogo e acaba ficando infeliz com o que possui (ou não possui).

Para continuar evoluindo…

Eu te convido a participar da minha lista de emails, onde envio dicas pontuais e poderosas para você desenvolver não somente seus relacionamentos interpessoal, mas sua vida como um todo.

Tenho certeza que existe espaço reservado na sua vida para você se tornar a grande pessoa que nasceu para ser. Mas, antes disso, você precisa se cadastrar abaixo e me encontrar do outro lado.


Caio Vinicius

Analista de TI. Apaixonado por Desenvolvimento Pessoal, livros, psicologia e comportamento humano. Viciado em aprender. Acredito que conhecimento seguido de ações é o único caminho para transformar a sua vida.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *