fbpx

Negatividade pode levar você, a permanecer na zona de conforto por meses e até anos. Até mesmo sem perceber, nos tornamos especialistas na arte da negatividade.

Ouça a Versão em Áudio Deste Artigo

Mas mesmo sabendo que a negatividade é prejudicial, nem sempre conseguimos sair desse turbilhão de pensamentos que muitas vezes nos assombram.

Pensando nisso, esse artigo foi desenvolvido especialmente para você, que deseja eliminar a negatividade e blindar a sua mente.

Após essa leitura, coloque em prática e comece atrair positividade na sua vida!

Negatividade: Como se Blindar!

negatividade
Negatividade é um estilo de vida sabia? Se você estranhou essa afirmação inicial, observe ao seu redor. Talvez conheça alguém que vive esse estilo de vida ou até mesmo você!

No entanto, saiba que esse é o resultado, do que aprendemos ao longo de nossa vida.

Isto é, está relacionado com nossa forma de pensar, que geram crenças e transformam em ações. Por essa razão, levar uma vida negativa é um modo aprendido, mas que pode ser transformado em positividade.

Constantemente, estamos cercados da negatividade. Ou seja, no ambiente de trabalho, no contexto familiar, moradores de nosso prédio, no noticiário etc.

Portanto, não podemos fugir da negatividade que se manifesta, de diversas maneiras ao nosso redor.

Para que você possa se blindar da influência da negatividade é preciso entrar em ação.

Quando agimos, reconhecemos que somos responsáveis pelas nossas atitudes e escolhas. Mas, para facilitar a sua vida, siga os passos abaixo:

Passo #1: Foque Naquilo Que te Faz Bem

Enquanto ainda não nos tornamos totalmente negativos, podemos aprender a blindar a mente. Mas se você já é negativo, aprenda a eliminar a negatividade mais à frente, neste artigo. Depois, é só seguir estes passo, para se blindar. Leia o artigo completo.
Enquanto ainda não nos tornamos totalmente negativos, podemos aprender a blindar a mente. Mas se você já é negativo, aprenda a eliminar a negatividade mais à frente, neste artigo. Depois, é só seguir estes passo, para se blindar. Leia o artigo completo.

À princípio, basta você fazer algo que gere bem-estar.

Por exemplo: eu gosto muito de olhar para o céu durante a madrugada, pois desperta sensação de paz. Além disso, é nesses momentos que as melhores ideias surgem e soluções incríveis brotam na mente.

Inclusive, posso afirmar que momentos como estes, substituem qualquer almoço com amigos ou dias na praia. Às vezes, aproveito para tomar uma bela xícara de café ou ler um livro também.

Dessa maneira, afasto facilmente os assuntos negativos das pessoas, das notícias ruins ou de algum comportamento tóxico de quem está ao redor, no mesmo ambiente.

Em suma, não mudamos as pessoas, nem situações. Mas podemos focar naquilo que é positivo. Mesmo que seja, saborear uma bala, olhar o movimento da cidade através da janela ou ver um desenho animado.

Até mesmo no trabalho, podemos optar pelo uso de fones de ouvido e desfrutar das músicas prediletas!

Por exemplo: trabalhei em uma equipe extremamente tóxica, mas nunca desisti por isso, pois estava aprendendo muitas coisas.

Então num belo dia, comecei a ouvir música durante o trabalho, sendo uma alternativa para afastar a negatividade das pessoas. Aliás, ouvir música pode aumentar a sua produtividade!

Inclusive, para situações difíceis, como falecimento de pessoas próximas, você também pode contornar essa situação de modo positivo.

Por exemplo: Foque no aprendizado que essas pessoas deixaram, nos momentos de sorrisos e felicidades.

Passo #2: Diga Não Para Seus Incontroláveis Pensamentos Negativos

Acima de tudo, nosso maior inimigo nem sempre é a negatividade alheia, mas a nossa mesmo!

Então, se pensamentos negativos estão brotando em sua mente, é momento de cortar imediatamente. Para que seja efetivo esta ação, repita em voz alta, se estiver sozinho ou mentalmente: “Para!”

Mesmo que pareça estar falando com alguém e isso pareça loucura, funciona. Quando você faz afirmações para si mesmo, essas informações são armazenadas na memória.

Assim sendo, de forma inconsciente começa a agir da maneira como instruiu a sua mente, que por sinal fará de tudo para cumprir.

Isto é, se você permite pensamentos negativos e destrutivos, a mente cumprirá com seus comandos.

Passo #3: Não Seja Severo Com Você Mesmo

Certamente, erramos e vamos cometer falhas muitas vezes. No entanto, é necessário prosseguir adiante. Portanto, jamais desista de você, se punindo com pensamentos destrutivos.

Quando os pensamentos negativos de acusação, culpa ou de qualquer natureza negativa surgir, ocupe a mente, extraindo aprendizado, das falhas que comete.

Além disso, com a prática, naturalmente você se sentirá cada vez mais forte. Pois, para cada conquista, mais você prova para si mesmo, que é capaz de ter domínio próprio.

Passo #4: Não Seja Escravo Dos Pensamentos Alheios

Quando somos escravos do que os outros pensam, perdemos a nossa própria identidade. Saiba mais.
Quando somos escravos do que os outros pensam, perdemos a nossa própria identidade. Saiba mais.

Para que você se torne cada vez mais seguro e livre da negatividade, não ocupe sua mente, pensando no que os outros estão achando de você.

Por exemplo: muitos de nós, pensamos no que os outros vão pensar, se agirmos de determinada maneira.

Mas, como convivemos socialmente, certamente precisamos ter bom senso diante de nossas condutas e ações. No entanto, algumas vezes, exageramos em acreditar que tudo pode ser alvo de crítica das pessoas.

Mesmo que seja, você não deve ser escravo do que os outros pensam.

Afinal, viver em função dos pensamentos dos outros é se moldar com a identidade do outro.

Consequentemente, você acaba em constante sofrimento. Afinal, você não vai conseguir agradar todo mundo e acabará sendo julgado, em algum momento.

Em síntese, desenvolva a sua segurança, conversando com você e estando sempre do seu lado. Ao invés de te desprezar, te condenar e dar poder às críticas dos outros.

Seja seu melhor amigo!

Passo #5: Reserve Momentos Descontraídos

Está estressado? Relaxe e reserve um tempo, para não fazer nada! Saiba por que você deve fazer isso, urgente!
Está estressado? Relaxe e reserve um tempo, para não fazer nada! Saiba por que você deve fazer isso, urgente!

Quando falamos em relaxar e descontrair, pensamos que precisa ser uma viagem, sair com amigos, ir à uma festa etc. Mas nada disso! Acima de tudo, você precisa reservar alguns momentos consigo mesmo.

Portanto, quando perceber que está estressado, fique sem fazer nada! Mesmo que seja por um dia, apenas. Pois o acúmulo desses sentimentos, se transformam em negatividade.

De fato, se seguir todos os simples passos diariamente, essas ações se transformarão em hábitos. Consequentemente, você fortalecerá a mente e estará blindado contra a negatividade.

No entanto, se você não se cuidar, provavelmente se transformará na própria negatividade.

Características de Quem Está no Ciclo da Negatividade

Provavelmente, você já se deparou com uma pessoa, que enxerga tudo pelo ângulo negativo. Inclusive, ao estar próximo delas, notamos que nosso humor também se modifica e experimentamos o desejo de sair correndo.

Pois, isso se deve pelo fato, de que estamos diante de alguém, que está no ciclo da negatividade. No entanto, elas não notam que estão sendo altamente tóxicas, contaminando todos ao seu redor.

Por consequência, acabam isoladas, espantando as pessoas.

Por analogia, é como se usassem um óculos que as fizessem enxergar somente o lado ruim das pessoas e situações. Sendo assim, são especialistas em negatividade.

Certamente, as pessoas não querem receber notícias negativas, que acontecem no país ou no mundo. Mesmo que temos a consciência de que a realidade é pautada por fatos negativos, temos forte tendência a gostar dos assuntos positivos.

Porém, pessoas que estão no ciclo da negatividade, possuem dificuldade em identificar o bom, focando no que é ruim.

Assim sendo, elas não trazem esses assuntos propositalmente. Mas elas estão treinadas a captar, toda negatividade do cotidiano.

Por exemplo: meu amigo parecia um repórter de notícias ruins, mas porque ele tinha o hábito de assistir noticiário focado em desgraças. Além disso, ele estava habituado a andar com pessoas fofoqueiras e assim, perceber somente os aspectos negativos de tudo que acontecia ao redor.

Dessa maneira, não teria como o cérebro dele, captar algo positivo.

Será que você é assim ou conhece alguém que está dentro deste ciclo?

Confira as principais características de pessoas aprisionadas no ciclo do negatividade:

Característica #1: Viciadas em Preocupações

Constantemente estão preocupadas com alguma situação, independente de ser algo grave ou não.

Sendo assim, elas se envolvem tanto nessa nuvem de negatividade, que suas histórias são baseadas em exageros. Portanto, nunca conseguem vivenciar o momento presente.

Isto é, durante um almoço com os amigos, com a namorada, com a família está sempre um passo à frente, nos pensamentos.

Em outras palavras, estão sempre preocupadas com algum assunto ou tarefa que ainda precisam executar. Ou seja, elas nunca aproveitam o momento, pois estão sempre com a mente ocupada na negatividade.

Característica #2: São Especialistas em Negatividade

Mesmo que o seu cotidiano tenha sido bom, com muitos acontecimentos positivos, elas só conseguem focar naquilo que foi negativo no dia.

Por exemplo: se houve dez acontecimentos bons e somente um negativo, possivelmente essa única situação será o foco de sua atenção. Em seguida, ignoram tudo de bom que vivenciaram no restante do dia.

Uma vez que, elas só se concentram nos fatos negativos, não tem percepção dos acontecimentos positivos.

Consequentemente, acabam acreditando que sua vida é um grande sofrimento, baseado em fatos ruins e que não tem valor algum. Inclusive, não se importam com sua felicidade, portanto não fazem nada para construí-la.

Por fim, tornam-se escravas, do ciclo da negatividade que contamina sua mentalidade.

Característica #3: Não Gostam de Elogios

Para uma pessoa que vive no ciclo da negatividade, provavelmente, receber elogios não é uma tarefa fácil. Receber presentes é quase que uma ofensa.

isso se deve pela baixa autoestima, resultante do excesso da negatividade.

Assim sendo, qualquer elogio ou presente que recebem, acreditam que é alguma brincadeira de mau gosto ou desconfiam que as pessoas querem algo em troca.

Mas na verdade, as pessoas apenas estão sendo generosas. No entanto, por não se sentirem merecedoras, pela visão negativa que tem de si mesmo e portanto do mundo externo, não identificam que possuem qualidades.

Característica #4: Só Desabafam

Definitivamente, só reclamam da própria vida e não se importam em saber sobre o bem-estar do outro. Às vezes para disfarçar, perguntam. No entanto, logo em seguida param de ouvir e rapidamente mudam de assunto.

Devido ao fato de serem extremamente egocêntricas, não conseguem escutar os outros, considerando que seu problema é sempre muito maior.

Quando estão escutando alguém, provavelmente é sobre um assunto que interessa ou sobre alguma resposta, em relação ao problema que ela abordou.

Por fim, acabam tendo dificuldades de relacionamentos interpessoais, porque elas extrapolam em seus desabafos contínuos e sem fim.

Assim sendo, as pessoas começam a colocar limites, dos quais interpretam como rejeição. No entanto, é uma percepção distorcida, pois as pessoas estão reprovando seu comportamento e não a essência delas.

Característica #5: Imaginam Exageradamente e São Sensíveis à Tudo

Sobretudo, as pessoas que vivem no ciclo da negatividade são muito sensíveis à tudo. Por isso, qualquer risada ou olhar diferente, imaginam que estão falando nas costas dela.

Assim sendo, elas passam a ser críticas com todas as pessoas, como maneira de se proteger dos ataques imaginários. Consequentemente, acabam se isolando.

Mesmo que as pessoas estejam realmente falando mal, elas se incomodam de forma exagerada.

Por fim, seu convívio com outras pessoas, pode ser muito difícil. No entanto, por trás de toda essa dificuldade, reside uma pessoa que teve muitas experiências negativas no passado.

Característica #6: Evitam Exposição e São Muito Inseguras

Em conclusão, temem pelo que os outros vão pensar. Portanto, qualquer comentário negativo, as ferem muito.

Assim sendo, por terem baixa autoestima, começam a acreditar em todo rótulo que é imposto para elas. Portanto, se tornam inseguras e escravas das opiniões das pessoas.

Por fim, acabam desenvolvendo ansiedade e já imaginam o que as pessoas vão dizer ou como vão agir.

Mesmo que isso seja comum em todos nós, elas exageram e vivem esses pensamentos de forma muito intensa. Consequentemente, evitam exposição.

Se você conhece uma pessoa que vive no ciclo da negatividade, vai perceber que elas têm a suas vidas estagnadas. Visto que, elas temem se arriscar e não conseguem ter uma boa perspectiva de tudo que planejam.

Costumam ser pessoas que falam muito dos sonhos, mas não concretizam nenhum deles.

Ou então, são os famosos promessinhas, que estão sempre prometendo à todos ao seu redor, sem cumprir nenhuma delas.

Assim sendo, elas mesmas acabam atraindo situações, que validam a sua crença de não ter valor algum. Afinal, as pessoas acabam não acreditando mais nas suas histórias mirabolantes ou em suas promessas.

Em seguida, saiba como a negatividade influencia fortemente, na permanência da zona de conforto.

Como Sair da Zona de Conforto? Elimine a Negatividade!

sair da zona de conforto
A negatividade pode te manter aprisionado, no mesmo lugar. É como usar um óculos que te impede de enxergar oportunidades e soluções, para alavancar sua vida.

Quando permanecemos na negatividade, enviamos ao cérebro a mensagem que nosso mundo ao redor é perigoso e que precisamos nos manter, na zona de conforto.

Por exemplo: eu tinha forte desejo de empreender, mas de todas minhas tentativas fracassadas, não aprendi com nenhuma delas. Por incrível que pareça, não conseguia enxergar nenhum aprendizado, pois minha mentalidade estava totalmente imersa na negatividade.

Igualmente, em todas as outras tentativas, o problema era sempre o mesmo, como se uma barreira surgisse naquele mesmo ponto. Mas nunca havia reparado nessa repetição.

Até que um dia, me deparei com a oportunidade de desenvolver minha mentalidade e percebi o quanto eu era negativo. Porém, acreditava que a culpa era das pessoas ao meu redor!

Em seguida, algo interessante me aconteceu. Parece que uma onda de situações positivas, começavam a favorecer meu momento.

Mas, como estava acostumado com a visão negativa, comecei a desconfiar que aquela fase estava sendo boa demais e que não demoraria muito, para tudo começar a dar errado. Assim sendo, foi exatamente o que aconteceu.

Mas a parte boa é que minha mentalidade estava um pouco mais positiva e pude identificar um novo aprendizado.

Então, até hoje, treino a minha mente, para me tornar especialista em ver o positivo em todas as situações. Embora, alguns pensamentos negativos, insistem em bater na porta da minha mente, quando estou distraído!

Se você sofre de problemas financeiros por exemplo, pode estar diretamente relacionado à maneira como enxerga tudo ao seu redor.

A partir do momento que comecei a dominar meus pensamentos, comecei a enxergar novas possibilidades, até então impossíveis.

Por fim, siga as dicas a seguir e comece a sair agora da negatividade!

Como Sair da Negatividade?

De vez em quando, ter pensamentos negativos, é comum.

Porém, quando tomam conta de seu cotidiano, é importante trabalhar imediatamente a quebra desse ciclo.

Passo #1: Busque Equilíbrio Entre Negatividade e Positivismo

Em contrapartida, excesso de positivismo não é a solução apropriada.

Uma vez que, situações negativas podem ser reais e elas acontecem muitas vezes, por reflexo às nossas próprias escolhas e pensamentos.

Assim sendo, as situações de adversidade, precisam ser ressignificadas, nos fornecendo novos aprendizados.

Por exemplo: se eu for demitido este mês e comemorar, essa mesma situação pode se repetir continuamente, em curto espaço de tempo, no novo emprego. Portanto, antes de avaliar com positividade é importante que haja significado real.

Do contrário, você pode perder a chance de aprender.

Sendo assim, reavaliar a demissão, pode me ensinar o que preciso aprimorar, para fazer diferente, no próximo emprego. Assim, na prática posso transformar uma falha, em aprendizado.

Em suma, exagerar no pólo positivo e negativo não proporciona resultados efetivos. Assim sendo, a melhor solução adotada é o equilíbrio, do qual a longo prazo, se converte na habilidade de discernimento.

Passo #2: Vitimismo

Quando passamos por situações complicadas em nossa vida, você já reparou que tudo começa a dar errado?

Parece até efeito dominó! Então, de repente você começa a vivenciar um mar de acontecimentos negativos. Dessa forma, muitas pessoas tendem a se posicionar como vítimas.

Por exemplo: quando meu amigo tinha muitas tarefas para realizar ao mesmo tempo, entrava em pânico na empresa.

Em seguida, começava com discurso de vitimização e pedia ajuda para que eu executasse suas atividades, das quais ele não estava conseguindo finalizar.

Assim, ele fazia com todos da equipe. No entanto, esse desespero começou a ficar frequente e as mesmas histórias de vitimização se repetiam.

Em conclusão, as pessoas procuram se apoiar nesse diálogo, por ser uma forma de encontrar alívio imediato. Entretanto, esse ciclo começa a criar dependência desse artifício, comprometendo seu próprio crescimento.

Sendo assim, a solução para esse comportamento é praticando a resiliência aos poucos e administrando o domínio próprio.

Por exemplo: esse mesmo amigo, conseguiu reconhecer sua atitude de vítima e escolheu aprender e se desenvolver. A partir disso, ele parou de se justificar com a liderança e transferir suas responsabilidades aos outros.

Assim sendo, passou assumir os erros sem se vitimizar e enfrentar os desafios propostos na equipe.

Passo #3: Identifique e Modifique Imediatamente Esses Hábitos

  • Não tente controlar o que não depende de você: do contrário, será dominado por sentimentos negativos, como raiva, frustração e tristeza.
  • Evite participar de conversas negativas, como fofocas, discussão e notícias ruins: pois influencia gradativamente seu subconsciente.
  • Nas adversidades, concentre-se nos resultados: pois fortalece a mente, quando encontramos sentido e assim, o cérebro direciona para a solução.
  • Enfrente seus medos: ou continue sendo assombrado por eles.
  • Dê o melhor de si em tudo que fizer: pois é uma maneira de se desenvolver continuamente.
  • Confie em si mesmo: as pessoas te tratam conforme você se trata.

Seguindo esses passos diariamente, naturalmente você se despede na negatividade.

Depois que estiver livre da negatividade, é só seguir os passos já ensinados aqui, sobre como blindar a mente. Certamente, sua vida e tudo que te cerca, será marcada por grandes mudanças!

A partir deste artigo, você aprendeu as características da negatividade, como se blindar e a relação entre negatividades e zona de conforto.

Quer continuar se desenvolvendo? Então, se inscreva logo abaixo e receba notificações de novos conteúdos!


Caio Vinicius

Analista de TI. Apaixonado por Desenvolvimento Pessoal, livros, psicologia e comportamento humano. Viciado em aprender. Acredito que conhecimento seguido de ações é o único caminho para transformar a sua vida.

2 comentários

Tiago · 11 de novembro de 2019 às 03:01

Muito bom

    Caio Vinicius · 11 de novembro de 2019 às 20:07

    Muito obrigado pelo seu feedback Tiago… o intuito é estudar cada vez mais e trazer experiências e reflexões para que juntos possamos trilhar o caminho da evolução… gratidão em tê-lo conosco… seu comentário nos dá gás para trazer ainda mais conteúdos de qualidade… gratidão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *