líder motivador escrevendo
Um líder precisa exercer sua liderança ao ganhar respeito e motivar seus colaboradores, mas como fazer isso?

Neste artigo vou te explicar os princípios (e práticas) de como exercer liderança e motivação.

Não se preocupe, este artigo foi feito com o objetivo de melhorar a convivência no ambiente organizacional não importando qual cargo você ocupe.

Você poderá ter bons frutos a partir da leitura e das reflexões que terá.

Em especial, você aprenderá como aumentar o seu lucro.

E também aprenderá quando demitir alguém (ou os custos de não demitir).

Ahh, também falo um pouco sobre minha própria jornada e o que venho fazendo para criar um ambiente que seja prazeroso para mim e que tenha liderança e motivação para as pessoas ao meu redor. Aproveite a leitura!

Como me Tornar Um Líder Respeitado?

Você pode estar querendo se tornar um líder respeitado, mas…

Não é tão simples, muito menos direto, de explicar isto. Porém, garanto a você que vou te dar um passo a passo bastante direto para te ajudar a atingir seu objetivo de adquirir bons resultados com sua liderança e motivação.

Assim, seja você líder de sua equipe ou colaborador, você terá muitos benefícios nesse artigo ao entender como funciona (e como aplicar) liderança e motivação no seu ambiente de trabalho.

O primeiro passo para liderança e motivação é humanidade.

Isso não é tão óbvio quanto parece ser e precisa de uma mudança interna sua no quesito autoconhecimento e respeito para com o outro.

Entenda que nós não conseguimos mentir o que sentimos porque nosso subconsciente comunica a verdade o tempo todo e o subconsciente das outras pessoas capta isso com bastante precisão.

Por esse motivo, você precisa aprender a gostar das outras pessoas.

Uau, simples, né? Algumas pessoas já possuem habilidades natas de liderança e motivação e acabam sendo chamadas de “cola”, “grude” ou de motivadores natos de equipes.

São eles que fazem as equipes trabalharem em conjunto e serem uma só, cooperando e tendo harmonia com as atividades que desempenham.

Porém, nem todo mundo possui essa habilidade. Possuindo ou não, vou te ajudar com isto.

Para se tornar um líder respeitado você precisa saber o seu perfil.

Você Sabe Qual Seu Perfil de Liderança?

líder comandante de terno azul
O seu perfil de liderança vai ditar como você lida com as pessoas e vai te explicar as principais virtudes e defeitos que você tem.

Cada pessoa, através de todas suas experiências, desenvolve um perfil.

Esse perfil não é simples de entender e precisa de bastante autoconhecimento (neste artigo te falo um pouco sobre isso). Ao entender seu perfil de liderança e motivação, você terá uma maior facilidade para lidar com os colaboradores do trabalho.

Como funciona isso? Cada pessoa é única (assim como você). Ah, também vou te explicar aqui como entender as motivações alheias, okay?

Vou fazer um resumo bem simplificado sobre perfis de liderança.

Esses perfis são baseados em adaptações do modelo do DISC, onde você também pode aprender um pouco como seus colaboradores funcionam e qual perfil deles.

Isso vai te ajudar a ter mais empatia com cada um deles e ser uma pessoa que respeita, entende e dá exatamente o que os outros precisam.

Dominância, Influência, Estabilidade e Conformidade.

Esses são os quatro perfis do DISC e, seja onde for que o líder encaixe, a liderança e motivação que ele exerce terá forte influência disto.

Em 2015, a HSM Management demonstrou a porcentagem dos perfis de líderes do Brasil com base numa pesquisa com 700 líderes de empresas num evento presencial.

Vou te mostrar as porcentagens abaixo e já te explico que significam.

Tipos de Líderes Mais Representativos

  • Observador – 17,77% (Estabilidade)
  • Influenciador – 14,97% (Influência)
  • Gerenciador – 13,96% (Influência)
  • Direcionador – 11,42% (Dominância)
  • Regulador – 10,91% (Conformidade)
  • Empreendedor – 9,39% (Dominância)

O nome do perfil (como Empreendedor) junta uma série de fatores, mas peço sua atenção para o que está entre parênteses.

Cada tipo de líder se distribui entre as 4 categorias do DISC e isto é importante para ajudar você a ter liderança e motivação com sua equipe porque, quanto mais você conhece seu perfil, melhor você lida com as adversidades.

Sabia que líderes Dominantes costumam ser agressivos?

Calma, não significa que vão bater em alguém, significa porém que os líderes dominantes possuem uma maior chance de passar um pouco do limite e fazer assédio moral.

Não entenda isso como algo ruim, apenas entenda que as qualidades positivas vem junto das qualidades negativas. E sim, assédio moral é algo ruim, mas e se você for do tipo dominante e sequer souber que faz assédio?

Um Dominante pode nem saber que faz assédio moral.

Entender seu perfil de liderança é o primeiro passo para mudar.

Dessa forma, talvez baste apenas que você veja as características nocivas do seu perfil e, usando boa liderança e motivação, pergunte a um colaborador em quais momentos (e se) você demonstra essas características.

O tipo Conforme é indeciso, sabia disso?

Entendendo esses perfis, você estará no caminho da colaboração.

A palavra “colaborador”, no ambiente corporativo, muitas vezes é usada em substituição à palavra “empregado/funcionário”, mas representa muito mais que isso.

Um colaborador é, pasmem, alguém que colabora.

Se você faz parte de uma equipe onde as pessoas estão lá apenas para “fazer a parte delas” sem se importar com o todo, então você está em uma equipe de empregados.

E, dessa forma, você terá muito (ou pouco) resultado?

Preparar suas ações baseadas no seu conhecimento do seu próprio perfil é o primeiro passo para ter muitos resultados, afinal, você é a única pessoa que você pode, de fato, mudar.

Se não você, quem vai se importar em mudar você? Ahh, guarda essa frase anterior, ela servirá de base para começarmos o próximo tópico.

“Se não você, quem vai se importar em mudar você?”

Como Fazer Colaboradores Darem Resultado?

reunião entre colaboradores da empresa para falar sobre liderança e motivação
Já pensou esse montão de gente numa reunião pensando na cerveja da sexta feira? A cerveja da sexta pode ser legal, mas seria melhor que todos estivessem sempre no agora e no objetivo em mãos.

A maioria dos treinadores de RH, Coaching e similares focam nisso…

Focam em encontrar, lá fundo, as motivações individuais dos colaboradores, em saber o que faz com que eles acordem de manhã e focam em fornecer isso na empresa deles para impulsionar esses colaboradores.

Bem, quero que você saiba de uma coisa: tudo isso não serve para coisa alguma na liderança e motivação. Não tão radical assim, mas a verdade é que eu iniciei esse blog por esse mesmo motivo.

Meus chefes faziam de tudo para me motivar com o motivo deles.

Percebeu a frase acima?

A liderança e motivação significa manipular os outros para fazerem o que você quer que eles façam? Não!

Liderança e motivação é algo que você contagia as pessoas ao seu redor e, sim, você usa as motivações deles para ajudar eles próprios a se moverem em direção à sua causa. Sabe, uma empresa é um sonho compartilhado, mas é apenas um único sonho.

Se a empresa onde você está tem 50 colaboradores…

Então a empresa tem 50 sonhos mas somente um sonho está sendo concluído: o sonho do dono/criador/CEO da empresa.

E o seu sonho? E a sua liderança e motivação?

Não é assim que funciona, cada um de nós tem algo diferente que gosta e quer atingir na vida. Talvez, por exemplo, seu sonho na empresa seja juntar dinheiro suficiente para sair dela. E não há nada de errado nisso.

E aí que os grandes líderes/treinadores erram…

Quando você tenta focar em converter todo mundo da empresa a comprar seu sonho, você está investindo recursos em fazer as pessoas fingirem que vestiram a camisa.

Sim, é óbvio que empresas como a Nubank e Netflix possuem uma cultura organizacional e um excelente exemplo de liderança e motivação! Mas entenda que não é porque é bom (ótimo) trabalhar lá que as pessoas estão motivadas.

O que você pode fazer, seguindo o exemplo dessas empresas, é criar o ambiente propício para trabalhar feliz.

E qual é o ambiente propício para trabalhar feliz?

É algo bem simples, basta atingir as comodidades e necessidades dos colaboradores.

Por exemplo, plano de saúde é um incentivo financeiro, mas home office é um incentivo que pode ajudar alguns tipos de perfis específicos (como aqueles que odeiam acordar cedo ou ter horário fixo).

Já viu (ou talvez seja você) o colaborador que às vezes sai mais cedo ao mesmo tempo que, às vezes, sai bem mais tarde?

Então a resposta não está aqui.

Vou deixar para responder melhor na continuação deste tópico (logo abaixo) para você entender o quão importante e complexo é lidar com a liderança e motivação de uma equipe.

Manter todo mundo sempre motivado é impossível, mas elevar a moral do time e fazer com que trabalhem numa velocidade boa é sempre um ótimo objetivo.

Vamos continuar com as motivações pessoais…

Como as Pessoas se Motivam?

equipe de trabalho influenciada com liderança e motivação
Cada mão que fecha esse sorridente círculo tem motivações diferentes para estar sorridente. Entender e motivar uma equipe exige entender e motivar diferenças.

Falando sobre os motivos que dei no começo do tópico anterior…

Entender as pessoas significa, na verdade, se envolver com elas e entender o contexto que existe na sua empresa. Por exemplo, se alguém tem baixa motivação, uma rápida conversa pode mostrar que ela possui motivações totalmente diferentes das suas.

Talvez ela precise apenas de um ajuste, como chegar 30 min mais tarde para poder deixar a filha na escola e que aceite sair 30 min mais tarde em troca.

Nem todo mundo vai falar o que tem em mente.

Entenda isso e talvez você perceba um comportamento de alguém na sua equipe.

Sabe qual minha motivação de te chamar para minha lista?

Por muitos anos trabalhei em diversas empresas grandes, mas sempre com algo preso na garganta, uma espécie de vontade de desbravar o mundo e atingir resultados que eu poderia dizer que são meus (ao invés de apenas parte de um todo).

Essa motivação me trouxe até onde estou agora.

[captura]

Entendo que, talvez, você não siga exatamente a mesma jornada mas que tenha a vontade de tentar procurar novos horizontes e atingir novos resultados que nunca teve antes.

Não é que você não respeite seu chefe, mas sim que você quer algo seu, correto? E isso é uma motivação, mas já imaginou ter alguém assim na sua equipe? Aqui nem importa o nível da sua liderança e motivação.

Como você vai motivar alguém que quer sair da sua equipe?

Exatamente assim. A liderança e motivação é entender e respeitar as pessoas da forma como elas são.

Você não precisa incentivar nem moldar sua empresa totalmente em direção ao que essa pessoa quer fazer da vida dela, mas precisa entender e deixar que ela pense do jeito que precisa pensar para que use as próprias motivações a seu favor.

Ou seja, se ela quer ir embora, incentive ela a ir embora.

Não fique emocional e não tenha apego em querer que todos os seus colaboradores sejam pessoas apaixonadas pela sua causa (seu sonho), mas entenda e respeite cada um deles.

Se você precisa, por exemplo, explicar caminhos diferentes para um colaborador super produtivo sair da sua equipe, então ajude-o. Relações profissionais que exigem boa liderança e motivação incluem fazer o que não gostaríamos de fazer.

Seja (e peça para serem) claros com seus objetivos.

Imagine que eu estou na sua empresa ou trabalhando com você.

A melhor forma de me motivar seria me apoiando na minha causa de criar o Alô, Evolução para que eu possa desbravar o mundo interno e ajudar pessoas a fazerem o mesmo.

Entenda que, apesar de esse tipo de percepção colocar um “fim” na relação profissional, ela irá tanto aumentar a qualidade quanto, provavelmente, a duração da relação.

Quanto Custa Uma Equipe Desmotivada?

equipe de trabalho motivada com pug
Essa equipe aí de cima parece motivada, exceto o Pug. Já pensou ter um colaborador (ou ser) desmotivado e de cara feia como ele? Como seriam os resultados?

Já parou para pensar o quão caro é uma equipe desmotivada?

É complexo medir esse tipo de questão, afinal, não dá para perguntar aos colaboradores e saber, exatamente, qual o nível de motivação deles.

Mas algo eu posso adiantar: custa muito caro uma equipe desmotivada.

Basta eu te perguntar sobre um momento na sua vida (um momento qualquer) onde você estava desmotivado. Consegue lembrar do quão pior estava seu desempenho?

Resiliência emocional melhora desempenho desmotivado.

Mas ter resiliência para ir para um emprego onde você não tem motivação é algo tão complicado que, normalmente, a falta de motivação é o motivo inicial para procurarmos outro emprego.

Já pensou quando um colaborador, colega (ou mesmo você) estão tão desmotivados que pensam em sair do emprego e começam imediatamente a mandar currículos e fazer entrevistas mesmo sem que o chefe saiba?

Isso é falta de liderança e motivação.

Tudo que falei neste artigo se torna mais importante aqui…

Afinal, se você tem uma equipe sem liderança e motivação, basta virar as costas e, de repente, eles vão abrir o whatsapp e ignorar a atividade que precisam fazer.

Você, usando da liderança e motivação, precisa estar consciente do que acontece com os colaboradores e ajudá-los a ter um ótimo nível de motivação.

Sim, você pode ter motivos egoístas (como o simples lucro da empresa), mas eles também podem.

Ter motivos egoístas não menospreza a liderança e motivação.

Qual o Momento Certo de Demitir Alguém?

funcionário demitido com mala por falta de liderança e motivação
Talvez a demissão seja o melhor presente que você dê para o demitido (ou para você mesmo). Toda demissão é uma nova oportunidade.

O turnover é uma das métricas mais analisadas das empresas.

Alguns colaboradores analisam qual o período médio de demissão que a empresa possui (turnover).

Afinal, se for para entrar em uma empresa com alta taxa de demissões (seja voluntária ou não), o funcionário poderá pensar que é um local de alto estresse, baixa liderança e motivação beirando o chão.

Existem dois casos sobre o momento de demitir alguém.

O primeiro deles é quando sua empresa é jovem, inicial e não possui muito know how de mercado bem como não tem reservas financeiras. Entenda que um colaborador de baixo desempenho pode ser um custo alto na sua empresa.

Quando você coloca um colaborador CLT em sua empresa, ele pode produzir pouco ou muito mas o custo dele será o mesmo.

Isso é diferente de serviços.

Se você contrata uma empresa de transporte para seus colaboradores, como a Uber, você pagará unicamente pelos serviços prestados. Usou, pagou. Usou muito, pagou muito. O que você paga é, sempre, diretamente proporcional ao quanto você recebe.

Liderança e motivação são temas complexos porque exigem algumas decisões que nós não queremos tomar, como o a necessidade de demitir alguém logo no início da entrada na empresa.

Primeiro momento de demissão: antes dos três meses.

Chamam de “período de experiência” e vou te dar uma dica bastante simples e direta logo antes de atingir os 3 meses de experiência.

Se você for uma empresa pequena, sua mentalidade precisa ser simples e direta ou você poderá prejudicar seu próprio desenvolvimento e dos outros colaboradores ao sustentar um funcionário de baixo desempenho.

Demita se o desempenho dele não for suficiente.

Okay, o novo colaborador está chegando aos três meses mas você não sabe se mantém ele ou não, correto?

Pensa, rápido, sobre o estágio de desenvolvimento que ele está hoje. Você conseguiria suportar ele (falo financeiramente) por mais seis meses se esse colaborador não tiver nenhuma mudança?

Essa resposta serve para a maioria dos ramos e te oriento a demitir imediatamente por um motivo: sua empresa é pequena e não aguenta o custo fixo sem retorno.

Isso muda quando você tem uma empresa de Médio porte para cima.

Quando você tem uma empresa pequena, a demissão rápida é a melhor escolha porque você não pode se dar ao luxo de pagar alguém para se desenvolver, mas isso gera um problema: você pode estar perdendo os melhores talentos.

Para conseguir absorver esses talentos, você precisa ter um fundo de caixa e uma certa estrutura funcionando.

O momento de demitir alguém é quando você não pode mais suportar.

E isso vale para você?

Será que não chegou a hora de demitir seus velhos pensamentos e adquirir um novo mindset que vai te levar a novos patamares de desenvolvimento pessoal, autoconhecimento e crescimento em todas as áreas da sua vida?

A vida é muito curta para apenas passarmos os dias esperando a sexta feira.

Se você pensa como eu, preciso te dizer que minha missão é te ajudar.

Como?

Basta se inscrever em minha lista logo abaixo e tudo que prometi vai se realizar.

Tags: | |

Invista em sua Evolução Pessoal!

Quer conteúdo de qualidade ? Assine a lista e fique por dentro de todas as nossas atualizações

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Caio Vinicius
Caio Vinicius

Analista de TI. Apaixonado por Desenvolvimento Pessoal, livros, psicologia e comportamento humano. Viciado em aprender. Acredito que conhecimento seguido de ações é o único caminho para transformar a sua vida.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *