Inovação funciona apenas sobe estas condições

Ousadia de Mudar a Direção
Ousar para gerar inovação

Inovação é o poder de revisitar todas as nossas convicções.

Inovação é o ato de repensar os conceitos e as posições.

Inovação é reavaliar o valor contido em cada elemento que conseguimos perceber.

Inovação é reestudar os modelos, os parâmetros, os padrões.

Inovação é reconsiderar ideias, entender que tudo evolui.

Inovação é reestruturar o ponto de vista, adequando nossa visão não apenas às coisas novas, mas a uma nova forma de perceber o universo.

Inovação é retomar ideias e ideais, proporcionando novas perspectivas para aquilo que possui valor.

Inovação é reaprender caminhos e descobrir atalhos para novas caminhadas.

Inovação é refazer, reinventar e renovar a vida.

Inovação, muitas vezes, é um jogo entre deixar para trás tudo o que se sabe, abrindo espaços para aprender tudo novamente, de uma outra maneira, sob uma nova perspectiva.

Com os olhos voltados para um futuro que não precisa ser linear, que pode ser inventado novamente, quantas vezes forem necessárias, pois escrever o próprio futuro é o ápice da inovação.

Inovação começa a partir de um novo olhar:

Um novo olhar
Um novo olhar sobre as mesmas coisas desencadeia a inovação

Inovação é um processo de revisitar várias vezes um mesmo lugar.

São poucos os que conseguem realizar o exercício de visitar mais de uma vez um mesmo lugar e encontrar elementos que nunca havia percebido.

Inovação depende deste potencial de trocar de perspectiva, de traçar novos horizontes a partir de uma visão diferenciada da que costumamos usar.

Inovação é encontrar uma forma diferente de abordar o tema, chamando sua atenção de uma maneira diferenciada, fora dos padrões que as pessoas costumam utilizar.

Inovar é fazer a promessa de que, ao longo do nosso artigo, vamos apresentar 12 passos diretos que compõem o ciclo da inovação.

Passos que vão ensinar você a entender como o processo de uma nova visão sobre as coisas, pode transformar sua vida e redesenhar o mundo.

Despertamos sua curiosidade e, portanto, acionamos seus campos de interesse.

O próximo passo, é conduzir seu pensamento através de um passeio agradável, envolvente, diferenciado e inovador, sobre o assunto que vai transformar sua vida.

Vamos ensinar a inovar a partir de você, de seu comportamento prático, algo que vai proporcionar resultados perceptíveis e que vai encaminhar a sua verdadeira transformação.

O que é inovação:

Inovar é gerar valor
Inovação é fonte geradora de todo o valor que conhecemos

Inovação vem do ato de inovar, e a palavra vem do latim “INNOVATIO”.

Significa ideia, método ou artificio criado, para superar ou substituir outro já existente, ou algum processo, fazendo a mesma coisa, de outra maneira, com outra instrumentalização, obtendo melhores resultados.

Inovação é evolução, é criar soluções que a humanidade incorpora e recebe maior valor por esta incorporação.

Inovar, portanto, é gerar valor.

Inovação requer a quebra de laços, uma forma diferente de fazer as coisas, a libertação de métodos, processos e percepções antigas, abrindo espaço para o novo, o inovador.

Inovação é a reestruturação de todo o conhecimento, rompendo com dogmas e paradigmas, passando longe da simples adição de algo novo sobre algo velho.

Inovação é a capacidade de entender que o próprio conhecimento, é um movimento abrangente de transformação, de diversas dimensões, amplo ou resumido, em amplitude global ou envolvido por 4 paredes, mas que costuma ser percebida em 4 universos básicos:

  • INOVAÇÃO TECNOLÓGICA: Disponibilizar novos sistemas, novos produtos, uma nova ordem de serviços, além de novas tecnologias para a facilitação da vida;
  • INOVAÇÃO DE PROCESSOS: Criar e oferecer novas formas de produzir, de transportar, de operar com logística e até de fabricar as coisas;
  • INOVAÇÃO ORGANIZACIONAL: Encontrar novas maneiras de gerenciar organizações, processos e pessoas, além de reestruturar as relações corporativas e interpessoais;
  • INOVAÇÃO DE MERCADO: Desenvolver novas formas e técnicas de demonstrar produtos e serviços, de apresentar soluções, de se comunicar, de desenhar e atrair, de distribuir e promover os elementos de satisfação das necessidades e desejos das pessoas.

A construção do ciclo da inovação:

O Ciclo da Inovação
A inovação acontece em ciclos

Inovação acontece obedecendo um ciclo que brota da sensibilidade, transita pela inspiração e se consolida no campo da criatividade.

São etapas lógicas que se seguem e, lá no fim, resultam no nascimento de algo inovador.

1 – O primeiro passo da inovação é perceber:

Inovação nasce a partir da percepção de que algo que sempre esteve ali, sempre foi feito da mesma maneira, sempre deu os mesmos resultados, de uma hora para outra, pode despertar algum interesse.

Se for aplicada alguma alteração no seu contexto, aquele processo, produto ou serviço, pode ser feito de maneira diferente, total ou parcialmente, proporcionando novos resultados, mais atraentes, mais significativos, inovadores.

Inovação nasce da sensibilidade de perceber possibilidades de transformação de algo que já existe.

Toda a inovação nasce na percepção.

2 – A consideração nasce da percepção:

Inovação evolui para a consideração, a partir do momento em que se percebe a possibilidade de algo novo surgir daquela observação.

A consideração acontece antes que se forme a consciência inovadora.

Quem considera, apenas começa a apurar sua intuição sobre a viabilidade de alguma ideia original a partir daquela percepção.

A consideração é a ampliação da observação, que através da visão sistêmica (capacidade de enxergar o conjunto completo), passa a buscar perspectivas de melhoria para aquilo que está sendo observado.

Imediatamente junto com a consideração, o problema se transforma em desafio e a perspectiva de criar algo novo, instiga as mentes brilhantes, encaminhando a próxima etapa do ciclo da inovação…

3 – Criar é o caminho natural da consideração:

Inovação passa pela consideração, onde a análise da ideia pode levar à conclusão de que não passa de uma ilusão, que aquele pensamento não tem condições ou chances de prosperar.

Caso a consideração persista e a ideia ganhe força, o local de elaboração do raciocínio muda e tudo se transfere para os “campos da criação”.

A pessoa começa um processo de criação, partindo do que considerou viável desde sua percepção inicial.

Algumas águias foram observadas carregando ossos à grandes altitudes, deixando que caíssem lá de cima, se chocando com as rochas, partindo as estruturas e dando acesso ao conteúdo nutritivo.

De alguma maneira, o cérebro limitado e primitivo destas aves, encontrou caminhos para criar soluções inovadoras diante de dificuldades ou possibilidades percebidas.

Animais constroem abrigos, alguns desenvolvem ferramentas rudimentares e tudo isto demonstra que a criatividade é um processo inerente ao cérebro, mesmo os não humanos e limitados.

Obviamente a complexidade das criações dependem da complexidade de raciocínio, mas também é óbvio que criatividade é um processo elementar da evolução, desde seu ponto mais primitivo, até o ser mais sofisticado intelectualmente, no caso, você.

4 – O planejamento organiza a inovação:

Planejar é construir o caminho da realização.

Depois de efetivamente criar a inovação é preciso transportar este novo potencial da teoria à prática.

Esta trajetória é escrita e descrita no planejamento, na avaliação das necessidades, etapas, prazos, elementos de composição e realização do projeto, levando o sonho para o universo da realidade.

5 – Avaliação de potencial e esforços:

A inovação, para acontecer, precisa que o planejamento promova uma avaliação dos esforços envolvidos na produção daquela nova ideia.

Esforços financeiros, econômicos, tecnológicos, humanos, esforços de todas as ordens, que sejam necessários para gerar a transformação.

É preciso considerar os níveis de aceitação daquela inovação, o nível de resistência eventual das pessoas, pois é reconhecido e considerado o elevado grau de resistência humana às mudanças.

6 – A inovação chega na fase do projeto:

A inovação surgiu de uma percepção e evoluiu através da consideração, se transformando numa criação, que é planejada e avaliada e agora precisa de um projeto para acontecer.

Um projeto desenha as etapas práticas da realização e oferece o conhecimento técnico necessário sobre todas as etapas de construção e implementação daquela nova ideia.

7 – É hora de viabilizar a inovação:

Toda ideia para se tornar real, depois de projetada, precisa ser viabilizada.

É necessária uma análise do ponto de vista de recursos, que não são apenas os econômicos e financeiros, mas os recursos intelectuais, de conhecimento, operacionais e de realização.

8 – Realização da inovação:

Uma ideia só se transforma em inovação quando acontece, caso contrário, não é absolutamente nada.

Capacidade de realização é uma das qualidades mais valorizadas no profissional moderno.

Pois a maioria das boas ideias se perdem em sonhos e conjecturas, sem nunca acontecer de verdade, porque ninguém com o potencial de realização estava presente, no lugar certo, na hora certa.

Realizar é dar vida e realidade à ideia, trazendo a inovação ao mundo real.

9 – Implantação da inovação:

A inovação se torna real e precisa ser implantada.

Neste momento, as percepções não tão privilegiadas, começam a perceber o potencial daquela inovação e este é um momento de crescimento para esta nova ideia.

10 – Tudo precisa de controle:

Controlar a inovação é fundamental.

Controlar tudo é fundamental, mas quando implantamos algo novo, é preciso estar conectado com as percepções dos usuários da nova ideia.

Entender correções de rumos, proporcionar adaptações e informações suficientes para que as experiências sejam satisfatórias e realizadoras.

Controlar é criar e manter indicadores críticos sobre a utilização e aceitação da inovação.

A partir deste monitoramento, transformar em tempo real, as dificuldades encontradas, em soluções aceitas e integradas pela maioria.

11 – Inovar é melhorar sempre:

O nome do processo é melhoria contínua.

A partir do controle é possível identificar as anomalias no processo de implantação daquela inovação e, eliminando estas anomalias, é possível aperfeiçoar sistemas, produtos e processos, levando à satisfação plena.

Melhoria contínua é um ciclo, que leva à consolidação da inovação através de sua aceitação total.

12 – Uma nova percepção:

Normalmente o ciclo da inovação leva à mais inovação.

Na trajetória de implementar uma inovação, novas oportunidades costumam ser percebidas e novos processos inovadores costumam surgir.

Se o criador tiver uma sensibilidade apurada, todo o ciclo é um terreno fértil para a percepção renovada de outras soluções, outros caminhos, outras oportunidades.

O ciclo se renova, se retroalimentando das próprias inovações que origina.

[captura]

A ferramenta da inovação:

Da Descoberta à Evolução
Inovação evolui sempre, desde o nascimento até a consolidação

O ciclo da inovação é uma ferramenta de inteligência e deve ser utilizado como tal.

Nossa mente é um universo em constante transformação e, portanto, em confusão.

Muitas das faíscas brilhantes das ideias luminosas, tendem a se perder em meio à confusão de nossos pensamentos e, por isto, o ciclo da inovação tem o poder de ordenar os processos criativos e auxiliar no desenvolvimento de novas ideias.

Mesmo o habitante mais isolado, do canto mais distante da terra, possui uma mente em polvorosa extrema.

Os caminhos da inovação pessoal:

Evoluir de Dentro para Fora
É dentro que brota a inovação que se reflete por fora

Inovação tem que servir para algo, proporcionar resultados e estamos acostumados a entender a inovação como um processo coletivo, ou corporativo.

Processo de elementos inovadores que podem ser implementados de forma a favorecer à sociedade, ou uma empresa, ou um sistema.

A verdade é que um enorme potencial de inovação está dentro de nós, em nossos comportamentos e formas de praticar e ver a vida.

Existe uma série de conteúdos que abordam a inovação do ponto de vista coletivo, mas muito pouco, ou quase nada, fala da autotransformação, da inovação de processos pessoais, que realmente possuem o poder de transformar a vida, do ponto de vista individual.

Vamos mergulhar nesta direção, esperando propor caminhos e fazer germinar sementes, que façam brotar a percepção de que uma mudança pessoal pode iniciar a partir da novidade, na forma de pensar, ver e praticar a vida.

Chegou a hora de inovar e evoluir:

Chegou a Sua Vez
Qualquer mente criativa é capaz de produzir inovação

Quando chega o momento em que você percebe que está viciado em você mesmo e que, de certa forma, isto gera cansaço e a vida fica entediante.

Bem, é exatamente esta a hora em que você precisa de novas ideias, se reinventar e buscar uma transformação, de dentro para fora.

Se você fosse apenas o cérebro e pudesse trocar de corpo a cada amanhecer, possivelmente, escolhendo entre Brad Pitt e George Cloney a cada dia, como quem troca de terno.

Ou entre Rihanna ou Zeta-Jones, em muito pouco tempo a beleza deixaria de ser um padrão a ser perseguido, pois seriamos todos entediantemente lindos.

Quando isto acontecesse, certamente os conteúdos seriam muito mais avaliados e valiosos que as embalagens.

Quando perseguimos a estética, nos tornamos menos.

Não que as pessoas vaidosas sejam menos importantes, mas se o mundo terminasse hoje e fosse preciso escolher exemplares significativos para manter a continuidade de nossa espécie.

Acredite, as pessoas que embarcariam naquela nave não seguiriam padrões de beleza, mas de conteúdo e intelecto.

O objetivo é demonstrar aquilo que já está evidente pela lógica.

Se não conseguimos alterar de forma significativa nossa embalagem, então precisamos nos concentrar em melhorar nosso conteúdo.

Melhorando nosso conteúdo, um dos primeiros resultados, é entender a desimportância da estética como fator definitivo da felicidade.

Não é que não seja importante, é que não é o mais importante.

É preciso entender e reconhecer que somos essencialmente cérebro e que todo o resto de nosso corpo, serve apenas para transportar, nutrir e manter nosso cérebro em condições operacionais.

Nossa inovação pessoal inicia a partir de nossa razão.

A verdadeira transformação pessoal acontece na mente, pois o que podemos fazer sobre o nosso físico é limitado.

Já o campo da razão e da mente, é um vasto terreno fértil e infinito, com amplo potencial de transformação e a novidade é a ferramenta desta evolução.

Os motivos de transformar a mente humana através da inovação:

Inovação Ilumina
A luz da inovação tem o brilho da sabedoria

Se fizermos as coisas da mesma maneira, pensando da mesma forma, encaminhando as mesmas decisões, seguindo os mesmos caminhos, exercendo os mesmos comportamentos e seguindo as mesmas velhas crenças, seremos sempre a mesma velha pessoa e teremos sempre os mesmos e velhos resultados.

Se queremos ou pretendemos algo diferente, o primeiro e mais lógico passo é sermos e mantermos posturas e atitudes diferentes.

Isso nos levará a resultados diferentes.

Inovação pessoal é um caminho de transformação pessoal.

Parte de uma decisão pessoal e visa a construção de um novo perfil pessoal.

A DECISÃO é a palavra-chave para a transformação evolutiva.

É possível manter as atitudes diferentes, escolhas diferentes, comportamentos diferentes, posturas diferentes, decisões diferentes que juntos, vão proporcionar resultados diferentes, mas tudo parte de uma DECISÃO DIFERENTE.

Uma decisão diferente de todas as outras que já tomamos, uma decisão transformadora, definitiva, que trará a recompensa da evolução.

Se o ser humano, através de sua criatividade, foi capaz de criar e modificar processos de uma corporação, uma empresa, uma indústria, como não seria possível transformar a sua própria essência interior?

É lógica demais numa afirmação só.

É claro que é possível, tão possível quanto necessário, só dependendo de uma única palavrinha mágica: DECISÃO.

Um tenista que treina a repetição de 22 mil vezes um golpe com uma raquete numa bolinha, todos os dias, está fadado a ser campeão, ou vice-campeão, ou TOP 10, mas de alguma maneira, ele vai experimentar o sucesso.

A transformação interna é um caminho de dedicação a partir da DECISÃO.

Se decidiu, então faça e, se vai fazer, faça bem feito, não é para seu chefe, é para você.

O mais legal de toda esta abordagem é que estamos prestes a convencer você a executar o treinamento diário com 22 mil repetições de movimentos que, todos concordamos, vai te levar à perfeição programática daqueles movimentos.

Entretanto, o vencedor da partida, será exatamente aquele que, numa ou outra mínima situação, fez algo diferente, que fugiu do padrão e, exatamente por isto, não teve previsão, arriscou e venceu.

A ele será dado o nome de gênio.

Inovação é uma conquista da evolução:

Inovação é a Plenitude da Evolução
É a inovação que consolida a evolução

Nós somos apenas uma pequena chama de uma vela em meio à escuridão profunda.

O bom, é que existem milhões de pequenas fagulhas como nós, com seu brilho próprio, com maior ou menor luminosidade, mas que juntos, além de iluminar, demonstram que não estamos sós.

Todos possuem sua luz e juntos formamos um todo, enquanto sozinhos, mesmo únicos, somos apenas parte de um conjunto de conhecimento.

O conhecimento próprio ou coletivo, é luz que ilumina a escuridão e, o que clareia para mim, também clareia para todos os que estão junto ou próximos a mim e assim vamos espalhando e compartilhando nossa luz.

Inovação, em essência, é um despertar de um sono profundo:

Despertar o Gigante Adormecido
Acordar e dar vida à inovação

Inovação é acordar, é refletir e renascer.

Inovação é gerar impulsos, que façam brotar comportamentos vencedores, com potencial de reconstrução interna e de criação de novas soluções para nossos pensamentos, para nossa usina de ideias, para nossa criatividade.

A inovação pessoal é a mais transformadora das formas de inovação que o homem pode processar, até mesmo sem compreender, pois o que muda de dentro para fora, muda tudo, de fora para dentro.

O mundo inteiro se transforma quando apenas um de nós gera uma transformação interna.

Um simples sorriso possui um poder transformador inigualável quando é apontado na direção certa.

Uma lágrima tem um poder renovador para quem a derrama e tem o potencial de lembrar de nossa humanidade, de nossa condição vulnerável, frágil e solitária de seres únicos, mas poderosos, quando conseguimos, simplesmente, entender nosso caminho e fazer a felicidade brotar de uma simples e definitiva decisão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *