Desenvolvimento Pessoal: O Guia Prático Para Qualquer Idade!

Acabei conhecendo o desenvolvimento pessoal quase que obrigado. Não tive muita escolha. 

E para começar, gostaria de perguntar a você:

Você acredita de verdade em si mesmo? Tem colocado em prática todo seu potencial e energia necessários para correr atrás dos seus sonhos? 

Têm vivido suas paixões diariamente? Faz as coisas que gosta, tem uma vida equilibrada e consegue dar atenção a tudo que considera importante?

Seja honesto(a) consigo mesmo(a)! Aqui é o início da sua jornada e uma mudança incrível acontecerá em breve…

Faço essas perguntas porque quando perguntei a mim mesmo, fiquei bem frustrado.

Minha vida era bem boa. Apesar de não valorizá-la como penso que deveria. 

Eu tinha um bom emprego, uma família maravilhosa, uma namorada, uma casa, conforto… enfim, eu realmente tinha mais motivos para agradecer do que para reclamar.

No entanto, uma série de escolhas ruins que fiz no decorrer da minha adolescência e juventude, me fizeram chegar aos 27 anos com pensamentos do tipo:

  • TUDO é tão chato e sem sentido.
  • O que eu estou fazendo nesse mundo podre?
  • Qual é o sentido disso tudo?
  • Por quê deveria me matar de trabalhar pelo sonho de alguém, sendo que nem acredito naquilo?

E foi exatamente nesse estágio, no momento mais triste e esquisito de minha vida (pelo menos, que eu lembre) que me encontrei com o desenvolvimento pessoal. 

Não tenho certeza se cheguei a ter uma depressão. O sentimento era algo bem ruim, era como se eu tivesse desperdiçado 27 anos da minha vida sem perceber.

Depois de me lamentar e culpar por alguns dias, talvez semanas… finalmente percebi que para sair de uma vida sem sentido (apesar de todos avanços e conquistas) para a vida que realmente desejo e quero realizar com propósito…

Precisaria assumir a responsabilidade! Precisaria mudar!

O Que é Desenvolvimento Pessoal?

O Que é Desenvolvimento Pessoal?

O mais comum é chegarmos a uma vida adulta completamente moldados. Moldados de acordo com experiências e situações que aconteceram em nossas famílias, bairros, colégios, que vimos em programas de televisão ou na internet. 

Como consequência, cresce em nós a motivação e desejo de atender certos requisitos e necessidades (muitas vezes, externas a nossa vontade) apontadas como caminho para realização pessoal e uma vida feliz.

Mas será?

A palavra “pessoal” significa que é sobre você. Não sobre tradições, não sobre seus pais, não sobre amigos ou sociedade.

Desenvolvimento Pessoal é conhecer e melhorar suas habilidades. Ser proativo para descobrir e escolher os próprios objetivos.  

Criar um plano prático para agir, controlar e medir seu progresso rumo ao caminho que deseja seguir e sonhos que deseja realizar no decorrer da vida.

É um processo de desenvolvimento e aprendizado contínuo. E serve para todas as áreas que julga como importantes em sua vida.

Autodesenvolvimento é cuidar de sua vida pessoal, intelectual, profissional e/ou qualquer outra área que encare como importante para você.

Trata-se de definir objetivos e metas para o que considera importante. E a partir de seus objetivos, desenvolver planos e estratégias para alcançá-los.

Não se trata de culpar-se e/ou envergonhar-se pela forma como agiu ou escolhas que fez no passado.

É melhorar a si mesmo agora, no momento presente. Dar os primeiros passos em busca da vida que ESCOLHEU e deseja viver.

Áreas do Desenvolvimento Pessoal

Áreas do Desenvolvimento Pessoal

Alguns dizem que são 5 áreas principais, outros dizem que se expandirmos as áreas, podemos chegar a até 13 principais áreas que podem precisar de nossa atenção. 

No entanto, sempre olhei do ponto de vista das 5 principais áreas, esse é o conceito mais comum nos livros e conteúdos sobre desenvolvimento pessoal.

Olhar de maneira consciente para cada uma das principais áreas de sua vida, estabelecer objetivos e buscá-los, fornece a você uma vida equilibrada.

Dessa maneira, você pode trabalhar em uma área por vez ou pode escolher desenvolver mais de uma ao mesmo tempo.

O mais importante é comprometer-se a olhar e definir um plano de desenvolvimento para cada uma das áreas que considera importante em sua vida. 

Sendo assim, pense no que deseja alcançar e quais papéis deseja viver em cada uma das áreas. Defina etapas e metas detalhadas para cada uma das áreas.

Elaborar um plano para desenvolver os pilares de sua vida, garante que você conheça os detalhes e faça os ajustes necessários para conquistar o sucesso ao longo do caminho.

#1. Desenvolvimento Mental

O desenvolvimento mental, também conhecido como desenvolvimento intelectual, nunca termina. Ou seja, você nunca deveria parar de se tornar uma pessoa mentalmente mais forte.

É uma área que se não desenvolvida pode afetar seus relacionamentos, aprendizado e o desenvolvimento de sua arte ou carreira.

Dessa forma, desenvolver-se mentalmente é aumentar a sua capacidade de aprender.

Aumentar sua capacidade de perceber e gerenciar melhor o modo como reage a problemas e situações de conflito.

Algumas dicas para desenvolver-se mentalmente são:

  • Jamais deixe sua curiosidade de lado;
  • Busque sempre aprender coisas novas;
  • Invista tempo em relaxar;
  • Pratique a reflexão.

Essas são algumas chaves importantes para se tornar mentalmente mais forte.

#2. Desenvolvimento Emocional

Área fundamental para que todas as demais funcionem bem e também uma das mais difíceis de se desenvolver.

A maneira como você reage emocionalmente a problemas e situações da vida acompanha você há muitos anos e por esse motivo, é algo bem complicado de se mudar.

No entanto, lembre-se que é sua responsabilidade encarar os problemas e promover as mudanças necessárias. Independente se vai ser difícil ou se vai demorar. 

Invista tempo e energia desenvolvendo sua inteligência emocional e não permita que as emoções controlem você.

Como disse, leva tempo e você deve trabalhar aos poucos. Sendo assim, acompanhe seu progresso e comemore os avanços.

#3. Desenvolvimento Espiritual

Em primeiro lugar, aqui não estamos falando sobre religião.

Melhorar sua espiritualidade ajuda a criar uma conexão profunda com quem você é em essência. O seu verdadeiro Eu.

Quando você se conecta com seu verdadeiro Eu, automaticamente passa a criar conexões mais profundas e significativas com o mundo e com as pessoas à sua volta.

O que por fim, fornece a você maior clareza sobre quem é e o que realmente deseja realizar em vida.

Ou seja, o desenvolvimento espiritual ajudará e muito você a se guiar e desenvolver-se nas demais áreas do desenvolvimento pessoal.

#4. Desenvolvimento Físico

O seu corpo é a sua casa. Saber que é preciso cuidar dele não é nenhuma novidade.

E mesmo que você se considere uma pessoal saudável, sempre existem ações e prevenções que podemos melhorar.

Algumas ações para aprimorar seu desenvolvimento físico são:

  • Praticar exercícios regularmente;
  • Aprender a se alimentar melhor;
  • Desenvolver uma rotina de cuidados pessoais;
  • Dormir o suficiente para sentir-se bem e com energias recarregadas;
  • Usar protetor solar;
  • Investir tempo em relaxamento.

Sem desenvolver-se fisicamente, você está correndo o risco de ficar sem energia no meio de sua jornada de desenvolvimento pessoal.

#5. Desenvolvimento Social

Área considerada a “queridinha” da maioria das pessoas. Dessa forma, é a principal porta de entrada para a jornada de desenvolvimento pessoal.

O desenvolvimento social é fundamental para que se sinta confiante e amado pelas pessoas que deseja ter a sua volta. 

Aprenda a se comunicar bem e de maneira clara. Evite deixar as pontas soltas e frases sem explicação. Desenvolva sua responsabilidade emocional para com os que o cercam.

Não investir em desenvolver-se socialmente é limitar os seus aprendizados, oportunidades e caminhos para alcançar o sucesso pessoal. Além de tornar a sua vida muito mais fria e vazia.

Algumas dicas para desenvolver essa área são:

  • Comece conversas com pessoas que não costuma falar;
  • Aprenda observando pessoas que considera boas socialmente;
  • Saia de sua zona de conforto e comece a socializar mesmo que online;
  • Conheça pessoas e faça novas amizades;
  • Conheça as suas limitações e medos;
  • Escolha enfrentá-los de maneira consciente.

Etapas do Desenvolvimento Pessoal

Etapas do Desenvolvimento Pessoal

O desenvolvimento pessoal não é uma pílula mágica. Ou seja, não espere uma solução milagrosa para acordar amanhã completamente preparado para os desafios e para buscar seus sonhos.

É um processo que envolve várias etapas. No entanto, é importante dizer que, essas etapas podem não ocorrer de maneira sequencial.

Elas podem ser aplicadas em sua vida como um todo ou apenas em determinadas áreas que deseja melhorar. Por exemplo, em seu desenvolvimento mental você pode estar na etapa 3, enquanto no desenvolvimento social permanece na etapa 1.

E aqui uma dica: Não tente correr e arrumar tudo de uma vez.

Sendo assim, comece com pequenos passos e aos poucos vá avançando em seu caminho. Sempre existem novos aprendizados e recompensas durante o caminho.

Não existe necessidade de apressar o processo, apenas aproveite.

Seja gentil com você e com os outros durante o processo, não se cobre tanto, permita-se errar e aprender. 

A evolução acontece em ritmos diferentes para cada pessoa. Não trata-se de uma corrida e sim de uma maratona. Que se vence com disciplina e consistência.

Conhecer as etapas do desenvolvimento pessoal ajuda você a saber exatamente em qual estágio está para determinada área de sua vida. 

Dessa maneira, pode dar os passos necessários para alcançar o próximo estágio e progredir em seu plano de desenvolvimento pessoal. 

Etapa 1 – Inconsciente

Como o nome propõe, estar inconsciente é negar ou ignorar intencionalmente uma situação ou escolha que o incomoda e pode ser melhorada.

A ingenuidade também está inclusa nessa etapa, afinal como podemos melhorar algo que nem percebemos como ruim.

Quando inconscientes, temos forte tendência a fazer escolhas ruins.

Sentimentos e comportamentos comuns dessa fase são:

  • Sentimento de vazio apesar dos avanços e conquistas;
  • Comportamentos e hábitos ruins;
  • Dificuldade de enxergar e realizar mudanças;
  • Insistência em manter ações que não ajudam a resolver os problemas.

Se existe alguma área de sua vida que você não possui plena consciência sobre o que deseja alcançar e como pode se desenvolver. É provável que para essa área específica, você esteja nessa fase.

Mas calma, isso não é completamente negativo.

É normal nos sentirmos perdidos e desorientados as vezes. Muitos erros podem acontecer, o que também significa grandes oportunidades de aprender e melhorar.

Trata-se do estágio inicial. A etapa 1 pode ser facilmente vencida com simples ações como:

  • Manter a mente aberta sempre;
  • Aproveitar e investir em suas curiosidades;
  • Estar disposto a aprender.

Etapa 2 – Despertar

É curioso pensar como a maioria das mudanças que realizamos em nossas vidas costumam vir após momentos de dor.

Nós, seres humanos, temos grande dificuldade e resistência à mudanças. Ou seja, sem um motivo para buscar a realização pessoal, nunca começamos.

Fato é que, todos nós temos momentos ruins e sombrios em nossas vidas. 

Costumamos considerar mudar quando a corda estica. Então quase que como uma mágica, abrimos a mente e aprendemos que precisamos assumir a responsabilidade por estabelecer e buscar nossos objetivos.

Dessa maneira:

  • Despertamos para a realidade e buscamos respostas em nossa verdadeira essência;
  • Encaramos os problemas e fatos;
  • Nos tornamos cientes da origem de nossos problemas e dificuldades;
  • Aprendemos e observamos atentamente coisas sobre nós e nossas vidas;
  • Naturalmente passamos a estar mais abertos a aprender, prestar atenção e sentir.

A fase do despertar permite que você desenvolva consciência e compreensão profunda sobre si mesmo e sobre o mundo.

Passamos a investir tempo e atenção em desenvolver habilidades, ideias, nosso conhecimento, nossos objetivos e potencial. Ao invés de ignorá-los.

No entanto, é preciso foco e atenção. O medo, a incerteza, baixa autoestima e falta de confiança podem mantê-lo preso nesta etapa.

Etapa 3 – Aprendizado

É incrível, depois de anos de inconsciência, descobrir que somos capazes de mudar e melhorar nossas vidas, nos tornando pessoas melhores e mais responsáveis por nossos sonhos e objetivos.

Ficamos empolgados e esperançosos. 

Comigo foi assim, mergulhei de cabeça em conteúdos de desenvolvimento pessoal. Queria aprender mais e colocar tudo em prática. 

Dessa forma, comecei a ler livros, buscar blogs especializados sobre o assunto, filmes e documentários, vídeos no youtube, cursos… minha sede pelo conhecimento e liberdade que ele fornece parecia infinita.

Aproveite essa etapa, aprenda e faça testes. Hoje eu entendo a frase que diz: “conhecimento é poder”. 

Na minha opinião, essa é a segunda etapa mais prazerosa do processo.

Etapa 4 – Autorresponsabilidade

Conhecemos nossos objetivos, conhecemos o que nos incomoda e conhecemos ferramentas e métodos que podem mudar nosso jogo. 

Agora é o momento de assumir a responsabilidade e resolver os problemas por conta própria. Sem esperar que algo ou alguém nos salve.

Sendo assim, passamos a decidir e viver de maneira proativa, em vez de reativa.

É uma etapa um pouco assustadora, uma vez que descobre que cabe a você tornar as mudanças e melhorias possíveis.

No entanto, é libertador saber que pode fazer escolhas e desenvolver seu próprio plano para alcançá-las. 

Quando percebemos e nos apropriamos da responsabilidade de nossas vidas e realização pessoal, estamos preparados para avançar a próxima etapa.

Etapa 5 – Aplicação

Como disse anteriormente, após despertar, dediquei bastante tempo consumindo conteúdos sobre desenvolvimento pessoal. Li muitos livros e artigos, assisti alguns cursos, filmes, documentários e anotei muitas dicas.

No entanto, ao chegar na etapa de autorresponsabilidade, percebi que me faltava confiança e autoestima para realizar as mudanças que gostaria em minha vida.

O “problema” de estar consciente, é que torna-se impossível ignorar seus objetivos e propósito. De tempos em tempos, passa a sentir-se incomodado. É o que chamam por aí de “voz da consciência”.

Você não vai conseguir ficar parado!

Alguns podem demorar mais, acabam passando mais tempo na etapa de aprendizado ou autorresponsabilidade.

No entanto, em algum momento, vai precisar sair da sua zona de conforto e aplicar as mudanças necessárias.

Então aos poucos você passa a experimentar pequenas mudanças em sua vida pessoal, saúde, em desenvolver a sua arte, negócios, família.

Ao ver os benefícios das mudanças, você passa a incorporar os conhecimentos adquiridos nas etapas 3 e 4.

Essa foi e ainda é a etapa mais complicada para mim, no entanto, é também a que mais gosto. Me sinto bem em compreender e enfrentar meus medos e desafios.

Etapa 6 – Compartilhamento

Você trabalhou durante 1 ano em identificar e desenvolver suas habilidades.

Está muito feliz e empolgado com os avanços e já pensando em como organizar seu desenvolvimento pessoal do ano que vem.

Nessa etapa, após ver os bons resultados de assumir a responsabilidade, somados a identificação e realização de mudanças significativas em sua vida, você passa a querer compartilhar o desenvolvimento pessoal com as pessoas que se importa.

Passa a querer que sua família, amigos, colegas de trabalho e até mesmo estranhos na rua conheçam esse processo incrível pelo qual está passando.

Com o tempo você aprende que o melhor exemplo que pode dar é com a sua atitude. 

O modo como escolhe e reage às oportunidades da vida. O foco e a clareza que transmite em seu olhar e na maneira que se expressa. A calma e tranquilidade de saber que está organizado. A confiança de conhecer e saber utilizar suas forças, ao mesmo tempo que trata suas fraquezas frente a novos desafios.

As pessoas percebem a sua energia. Sua proatividade e autorresponsabilidade diante dos problemas e situações da vida. Esse é o melhor exemplo e aprendizado que você pode fornecer aos que estão ao seu lado.

Por que o Desenvolvimento Pessoal é Importante?

Por que o Desenvolvimento Pessoal é Importante?

Conforme já falamos, é muito importante que saiba quais as áreas, pessoas e objetivos são importantes para sua vida.

E nós, seres humanos, naturalmente inquietos. Precisamos exercitar mente e corpo para nos sentirmos bem. Precisamos sentir que estamos evoluindo.

Esse sentimento de evolução comunica a nós mesmos que estamos no caminho certo. Que sabemos e escolhemos nossos objetivos. Entendemos quais papéis queremos desempenhar e os sonhos que queremos realizar.

No entanto, ao avançar em sua jornada vai perceber que não possui todas as habilidades necessárias para conquistar o que deseja. Calma, está tudo certo! 

Dá um certo medo e ansiedade, mas posso dizer que comigo também foi assim.

Nosso cérebro precisa de novas informações e aprendizados para continuar a evoluir. E o aprendizado é algo que nunca podemos deixar de lado.

O desenvolvimento pessoal pode ser demorado, no entanto, garanto que vale cada minuto de tempo e atenção investido.

Para mim, o desenvolvimento pessoal pode ser resumido em:

Ter consciência de seus objetivos, investigar e descobrir como chegar até eles, desenvolver habilidades e compartilhar os resultados através da mudança de atitude.

No entanto, saiba que os benefícios podem variar, não necessariamente seguindo a ordem que serão apresentados.

#1. Fornece Clareza a Sua Visão Pessoal

Sua visão pessoal é o futuro que deseja viver.

Onde você quer estar e o que quer fazer e viver daqui a 3 anos? e daqui 5 anos? e 10?

Conhecer seus objetivos e propósito de vida fornece clareza sobre os passos que precisa percorrer para alcançá-los.

#2. Ajuda Você a Sair da Zona de Conforto

No decorrer do processo de desenvolvimento pessoal, vai descobrir coisas e atividades que você não é tão bom e não gosta de fazer. Algumas dessas você pode simplesmente descartar, mas isso nem sempre é possível.

No entanto, conhecer suas fraquezas e limitações fornece a você crescimento. É possível trabalhar e se desenvolver em qualquer área ou habilidade que queira.

Agir em áreas e melhorar habilidades que possui dificuldades, podem tirá-lo de sua zona de conforto. O que por si só, já é muito bom.

Você vai se espantar com sua capacidade de aprender e desenvolver habilidades.

#3. Melhora Seus Pontos Fortes

Tão importante quanto conhecer suas fraquezas, é conhecer seus pontos fortes e desenvolvê-los ainda mais.

Ao utilizar e desenvolver seus pontos fortes você desenvolve todo o seu potencial e conquista um grande crescimento investindo em habilidades que já é bom.

#4. Abre Espaço Para Que Você Possa Brilhar

Ao se desenvolver e avançar em seu plano de vida. Naturalmente descobre habilidades e atividades, as quais nem sabia que gostava. 

E não é só isso… Além de gostar, você é bom naquilo

Para identificar habilidades e talentos, preste atenção em:

  • Coisas que gosta e faz bem naturalmente;
  • Atividades que realiza sem sentimento de obrigação;
  • Atividades que sente prazer em fazer sem a necessidade de supervisão;
  • Habilidades e coisas que faz com relativa facilidade.

Identificar e desenvolver seus talentos, podem revelar a você muitos caminhos para que possa colocar em prática seu propósito.

#5. Aumenta Sua Confiança

Desenvolver seus pontos fortes e fraquezas permitem a você realizar todo o seu potencial. 

Ao assumir a responsabilidade e ver os primeiros resultados positivos, você naturalmente sente-se mais confiante.

Ou seja, sua confiança aumenta a cada habilidade, avanço e objetivos que alcança.

#6. Gera Motivação e Satisfação

Para estarmos motivados e com energia, é necessário que enxerguemos propósito nas atividades que realizamos.

Seja na vida profissional ou pessoal, queremos aprender coisas novas e colocá-las em prática, sentir a evolução e crescimento.

Precisamos nos sentir parte de algo maior do que somente gerar lucro.

Quando não enxergamos propósito, aprendizado e evolução em determinada atividade, ficamos desmotivados e muito insatisfeitos por ter que fazer algo por grana ou só por fazer.

#7. Melhora a Sua Autoconsciência

A autoconsciência pode ser resumida como sua capacidade de examinar de maneira sincera, as áreas de sua vida que precisam de atenção e desenvolvimento.

É saber quem é você e quais objetivos deseja conquistar. Conhecer os seus valores, habilidades e fraquezas. Trabalhar em um plano ativo de desenvolvimento pessoal.

Ao criar e agir em um plano de desenvolvimento pessoal, você aumenta sua autoconsciência

Dessa maneira, sente-se satisfeito e orgulhoso por estar organizado e no comando de sua vida e escolhas.

Dificuldades do Desenvolvimento Pessoal 

Por que o Desenvolvimento Pessoal é Importante?

Acho curioso ver muitos artigos e vídeos tratando o desenvolvimento pessoal como algo simples e fácil de ser colocado em prática.

Posso te falar sobre a minha experiência pessoal. Não é fácil, você vai se desanimar algumas vezes e muitas vezes vai pensar em desistir.

No entanto, se você parar por um minuto. Vai perceber que nada é fácil. Pelo menos não as coisas que realmente valorizamos.

Meu objetivo não é desanimá-lo, mas é importante que saiba que não será uma jornada tranquila.  

O desenvolvimento pessoal talvez seja a coisa mais difícil que irá realizar em sua vida, no entanto, ter a coragem e persistência para buscá-lo é possivelmente a melhor coisa que você fará. 

Esteja 100% comprometido e disposto a fazer o necessário para evoluir. Você alcançará o sucesso que deseja.

As principais dificuldades que pode encontrar são:

#1. O Ego

Como você tem encarado comparações?

Sentir-se melhor, mais inteligente e capaz do que os outros é importante para você?

Constantemente tem se comparado com familiares, amigos e/ou pessoas que nem conhece nas redes sociais?

Colocar o foco de sua evolução em questões relacionadas ao seu Ego pode se mostrar uma motivação perigosa. E pode facilmente colocá-lo no caminho errado.

Esteja presente e certifique-se de constantemente lembrar-se de seu porquê e da contribuição que deseja deixar para o mundo.

#2. Ilusão

Quando conhecemos algo novo que nos possibilita soluções e caminhos, naturalmente ficamos empolgados e passamos a criar fortes expectativas sobre a nova possibilidade.

Ficamos otimistas e confiantes de que podemos alcançar nossos objetivos de maneira rápida e fácil.

No entanto, a maioria de nós sofre com problemas de autoestima e autoconfiança, o que por sua vez dificulta e transforma o processo de desenvolvimento pessoal em uma montanha russa.

Ou seja, temos momentos muito bons e de grande avanço. De repente, parece que tudo está dando errado e que algo está tentando nos tirar do caminho. 

Comece devagar e continue a dar os primeiros passos em direção aos seus objetivos.

Se ainda assim parecer distante, quebre seu objetivo principal em metas menores.

#3. Falso Progresso

Também é uma ilusão pensar que você vai ficar sentado no sofá e o desenvolvimento acontecerá como mágica. Para evoluir em seu desenvolvimento pessoal, não basta ler artigos e assistir vídeos.

Sua vida não vai melhorar até que assuma a responsabilidade e seja proativo em agir para realizar as mudanças necessárias.

O aprendizado e evolução se dão quando você soma conteúdos e dicas de valor assumindo a responsabilidade e agindo sobre problemas do mundo real.

#4. Buscar Uma Solução Milagrosa

Sinto informar, mas essa solução não existe.

É preciso viver e aproveitar o processo. Entender suas dificuldades e desenvolvê-las.

#5. Achar Que Você Não é Bom o Suficiente

O perfeccionismo é perigoso e pode sim, paralisar você.

Se você acredita que tudo o que faz e realiza nunca está bom o suficiente, cuidado!

Essa foi uma questão com a qual precisei e ainda preciso lutar muito até hoje. A verdade é que acreditar nessa mentira, acaba com a sua autoestima e autoconfiança.

Comece agora, faça hoje e esteja disposto a errar e aprender. Temos medo de errar e medo do julgamento externo.

Ninguém é perfeito e nunca será. Feito é melhor do que perfeito.

#6. Produtividade e Trabalho Acima de Tudo

Não é incomum que sites e conteúdos sobre desenvolvimento pessoal coloquem muito mais foco no desenvolvimento profissional. Isso porque a maioria das pessoas que buscam desenvolver-se compartilham do mesmo objetivo, ganhar mais dinheiro.

Dessa maneira, muitos conteúdos abordam somente pilares como “produtividade”, “gestão do tempo” ou “A arte de fazer o dobro na metade do tempo”

O problema disso é que algumas pessoas levam isso ao pé da letra. Passando assim a ignorar e abandonar suas vidas pessoais, sociais e coisas que gostam de fazer.

Recomendo que jamais deixe de se divertir, relaxar e interagir em seus relacionamentos pessoais e amorosos.

Além de perder algumas das melhores experiências da vida, vai sofrer ao dedicar tanto tempo e energia para somente trabalhar.

Estresse e procrastinação aparecem diariamente na rotina de quem só pensa em trabalho.

Você não é uma máquina e muito menos um x-men. Aceite o tempo das coisas e tenha um pouco de paciência. Trabalhe de maneira constante, um pouco todos os dias. Aproveite e comemore cada etapa e avanço. 

E o mais importante, permita-se relaxar, curtir os amigos e familiares. Divirta-se.

#7. Foco Em Somente Ganhar Dinheiro

Grana realmente é algo importante. 

Considero o dinheiro importante pelos seguintes motivos:

  • Para experimentar e experienciar a vida;
  • Ajudar as pessoas que amo;
  • Ajudar o mundo a ser um lugar um pouco melhor.

Se nunca parou para pensar nisso, reflita.

O dinheiro é sim importante, mas como motivação ele se mostra muito pequeno.

Se você fizer tudo o que faz por dinheiro, é muito possível que jamais encontre felicidade e realização. É bem diferente de quando você realiza algo pelo qual é apaixonado e acredita de verdade.

Algo que ajuda você a se tornar melhor e contribui para que o mundo também se torne um pouco melhor. É isso que te enche de satisfação e prazer. É isso que você deve buscar!

Dizem que a verdade dói e essa dói bastante… O dinheiro não pode comprar a felicidade.

#8. Passar a Acreditar Que é Melhor Que os Outros

Quando você investe tempo e energia se desenvolvendo, aprendendo, lendo livros e praticando as boas dicas apresentas por esses conteúdos é natural que você passe a se sentir bem e orgulhoso.

Afinal, está realmente trabalhando em você e até aqui está tudo certo!

Dizem por aí que conhecimento é poder. Sendo assim, você se sente poderoso!

No entanto, cuidado para não cair na armadilha do julgamento. Acredito que não fui o primeiro e nem o último a fazer isso. 

Ao absorver conhecimentos novos passamos a acreditar que agora somos melhores do que os outros. Isso é meio natural. É como um grito do ego, lá no fundo.

Saia dessa roubada!

Seja humilde, escute as pessoas, procure entender suas limitações e as limitações dos outros. Entenda que tudo tem o seu tempo. 

Eu cai nessa armadilha e posso dizer que apenas atrasou e atrapalhou meu desenvolvimento.

Desenvolvimento Pessoal: Como Começar?

Desenvolvimento Pessoal: Como Começar?

Etapa 1 – O Que Você Quer Da Vida?

Descobri que essa é a coisa mais importante que Eu e Você podemos pensar durante nossas vidas.

É triste e curioso saber que poucas pessoas pensam sobre isso.

Piora se você pensar que quando não tem um plano, possivelmente você está trabalhando, sem saber, para construir o plano de alguém. 

Para saber o que deseja da vida é preciso estar atento e refletir.

Atento para que seu plano não seja influenciado pelos planos dos seus pais, professores, amigos, companheiro(a), sociedade, mídia e por aí vai…

Sempre haverá pessoas dizendo o que você deve ou não fazer para se dar bem e conquistar uma vida feliz. No entanto, a única pessoa com poder de decidir isso é você.

Sua vida, suas escolhas!

O que você quer fazer? O que deseja alcançar em cada uma das áreas de sua vida? E aquele projeto, que com frequência quer começar mas desanima por achar que não vai dar certo?

Se você gosta de algo, enfrente as dificuldades. Pesquise, invista tempo, aprenda, desenvolva-se e aproveite o caminho.

Quer ser ator? Comece pesquisando no google, trabalhe nos primeiros passos. Procure e estude pessoas que chegaram onde deseja estar. Por que não? 

A motivação é o impulso e a energia para fazer as coisas acontecerem. Para que exista motivação precisa ser importante para você.

Saber o que você quer da vida é criar uma ponte entre sonhos e conquistas. 

Etapa 2 – Esteja Aberto a Mudanças

Quando se sabe o que quer é mais fácil criar um plano para alcançar seus objetivos.

Essa etapa trata de identificar problemas e dificuldades que você possui e de alguma forma tentar resolvê-los. 

Você com frequência esquece e perde compromissos? Perde a hora para acordar? Reluta em compartilhar seu projeto pessoal porque NUNCA acha que está bom o suficiente?

Agir nessa etapa significa: 

  1. Identificar hábitos prejudiciais e descartá-los;
  2. Substituir antigos hábitos ruins por novos e bons hábitos.

Sendo assim, comece hoje a refletir sobre atitudes e hábitos que estão atrapalhando você. Anote-os em um caderno ou aplicativo e para cada anotação, defina um plano prático para mudar.

Por exemplo, se você tem dificuldades de organização e com frequência se esquece e perde compromissos, escreva isso na lista. Mas escreva o que você quer fazer e não os erros que tem cometido.

“Quero me desenvolver e me tornar mais organizado com meus compromissos.” 

Ao definir um objetivo, você comunica a sua mente que isso é importante. O que por sua vez, cria um senso natural de autorresponsabilidade.

No entanto, antes de avançarmos à próxima etapa, quero fazer um alerta.

Conforme avança em seu processo de desenvolvimento pessoal, vai perceber que muitas pessoas vão surgir com críticas, groselhas e fazendo de tudo para desviá-lo do caminho da evolução. 

Fique atento e não deixe que isso aconteça.

Pessoas descontentes e com crenças limitantes acreditam que são incapazes de mudar suas vidas. E por acreditarem nisso, querem que você também acredite.

Etapa 3 – Pense e Crie Seu Plano de Ação

Você conhece e já está atuando em problemas básicos de sua vida.

Parou de consumir só por insatisfação, começou a se exercitar mesmo que devagar e voltou a se interessar em aprender coisas novas.

As primeiras ações são muito importantes para que perceba que é possível mudar e assim melhorar seu bem estar e resultados. No entanto, tão importante como as ações iniciais, é pensar e elaborar seu plano de desenvolvimento pessoal.

Na etapa 1, você pensou e refletiu sobre o que quer. Agora está pronto para deixar que seu cérebro descubra como chegar lá.

Para atingir seus objetivos é preciso entender o caminho a ser percorrido. Pesquise e descubra como outras pessoas chegaram onde deseja chegar. 

Vivemos na era da informação e a diferença entre não saber nada e começar a entender o básico sobre qualquer assunto ou habilidade que queira aprender, está há um site de distância.

O que você quer se tornar? O que deseja conquistar? Pesquise isso no google e rapidamente saberá quais passos precisa trilhar. 

Algumas coisas você pode aprender rápido, como por exemplo, trocar um chuveiro.

Outras podem levar anos, afinal, para se tornar advogado você vai realmente precisar passar pela faculdade.

Escreva seus objetivos, pesquise e aprenda o que deve fazer para conquistá-los e quebre-os em pequenas metas. 

E então, você terá seu próprio plano para alcançar seus sonhos e objetivos. 

Etapa 4 – Comece a Agir

Após elaborar seu plano de desenvolvimento pessoal, é hora de colocá-lo em prática.

É importante manter atenção nas atividades que aproximem você dos objetivos que deseja alcançar. No decorrer do caminho, pode encontrar novos hobbies e paixões e isso é normal. 

Quando você se abre para as possibilidades, muitas outras possibilidades se abrem para você. Mesmo que essas paixões não tenham ligação com seus objetivos principais, nada impede que você experimente e teste coisas novas durante sua jornada.

Já disse a você que provavelmente não será um caminho fácil. No entanto, é libertador possuir um plano e trabalhar nele.

Etapa 5 – Encarando Altos e Baixos

É normal ficarmos empolgados e felizes quando descobrimos algo que nos permite a liberdade de escolher e alcançar nossos próprios planos.

Como tudo o que é novidade, ficamos motivados e o crescimento parece tranquilo e fácil.

No entanto, enquanto avançamos no processo, começamos a lidar com algumas questões mais complexas.

Sendo assim, precisamos investir mais tempo e reflexão para tratar essas questões mais complicadas.

Por um período, o avanço se torna mais lento e durante essa fase é muito fácil perder a motivação e desistir do desenvolvimento pessoal.

Os altos e baixos durante o processo são normais. Investindo tempo, atenção e dedicação é possível mudar até as questões e crenças mais complexas.

Recomendo que não desista e tenha paciência de esperar a fase boa retornar.

Quando sentir-se desmotivado em meio a sua jornada, lembre-se do porque começou. Lembre-se de quem deseja se tornar e quais resultados deseja alcançar.

Alimente-se de boas fontes, leia livros, artigos, assista vídeos… não deixe que uma pequena pedra atrapalhe o seu maravilhoso caminho.

Como mensagem final, quero dizer que esse artigo foi produzido com muito carinho e atenção para que consiga entender e iniciar esse caminho tão importante para todos nós.

O desenvolvimento pessoal me libertou do sentimento de vazio e eu desejo que isso aconteça para todas as pessoas que estão em busca de melhorar suas vidas.

Espero sinceramente que esse artigo ajude você de alguma maneira.

Fique à vontade para contribuir e enriquecer nosso aprendizado com seu comentário e compartilhe com as pessoas que ama e se importa!

1 comentário em “Desenvolvimento Pessoal: O Guia Prático Para Qualquer Idade!”

  1. Obrigada Caio por dividir essas preciosas informações.
    Esta publicação me ajudou a compreender melhor sobre desenvolvimento pessoal e me deu uma chacoalhada para que eu comece o meu. Amei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *