fbpx

Versão em Áudio: Ouça Aqui

Ter um bom comportamento no ambiente de trabalho não é somente algo importante, mas pode ser a diferença entre uma promoção e uma demissão. Neste artigo você vai aprender o que de melhor você pode fazer para melhorar sua performance no ambiente de trabalho (principalmente no lado social).

A maior parte dos problemas vem mesmo do lado social.

Temos problemas em lidar com colegas de trabalho que são “chatos demais” ou mesmo em respeitar a autoridade do nosso chefe. Pior ainda é quando, por mais que queiramos, não conseguimos lidar com a pressão que recebemos e devolvemos toda essa pressão nos nossos colegas. Nosso maior foco, quando entramos em um emprego, é simples: habilidades técnicas.

Mas elas só te farão conseguir o emprego.

O que manterá você na empresa, fará ganhar promoções e ter uma relação harmoniosa com todas as pessoas ao redor é ter um bom comportamento no ambiente de trabalho. Isto é algo essencial seja você um estudante prestes a conseguir o primeiro emprego ou um executivo de uma grande empresa.

Pronto? 

Criando Um Motim: o Comportamento de Quem Reclama

Lembre-se disto: seu comportamento no ambiente de trabalho precisa estar em harmonia com seus companheiros.
Lembre-se disto: seu comportamento no ambiente de trabalho precisa estar em harmonia com seus companheiros.

Esse é um péssimo comportamento.

Na verdade, ouvi essa história de um amigo sobre o quanto que alguém com a vontade correta mas a atitude errada pode destruir uma empresa. Funciona de uma forma bem simples: imagine que você quer muito ajudar sua empresa a crescer mas não possui os poderes necessários. O comportamento no ambiente de trabalho que você pode fazer é ir até o seu chefe e explicar as suas sugestões.

E seu chefe pode negar todas as sugestões.

Com imensa chateação, mas ainda assim empolgado em querer ajudar a empresa, você começa a discutir sugestões. Somente isto. Discussões pequenas e inofensivas junto aos seus colegas da empresa. Isso com o intuito de ajudar a empresa. Óbvio, você conversa com todos com o objetivo de mudar a opinião alheia para que possam te ajudar a mudar a empresa.

Mas aqui vem o problema.

Este tipo de comportamento no ambiente de trabalho é algo que precisa de bastante autoconhecimento para você entender. É uma espécie de representação do seu ego tentando escapar do seu controle. A intenção inicial é simples: ajudar a empresa. Mas, por algum motivo (e você pode pensar em alguns), você decide que vai fazer as mudanças positivas por conta própria.

E, de repente, está desrespeitando a hierarquia.

E é assim que começamos a falar sobre comportamento no ambiente de trabalho: com o desrespeito à hierarquia. Este é um tipo de problema bastante comum em empreendedores, mas aqui vem algo necessário: se você trabalha em regime CLT, é venenoso desrespeitar autoridades. Então é preciso olhar para dentro de si e entender um pouco mais sobre seus motivos.

Relaxar e perceber os motivos de não se conformar.

Se você se sente incomodado pela linha de comando da sua empresa, uma possibilidade é ter calma e conversar, pouco a pouco e sem invadir o espaço de ninguém, e explicar o que deseja. Mas isso apenas para as pessoas que podem fazer a mudança. E sem espalhar uma sugestão para a empresa inteira. Essas “sugestões” poderão se tornar reclamações. E caso você faça pequenas reclamações para várias pessoas,

de repente isto poderá sair do controle.

Qual o Pior Comportamento no Ambiente de Trabalho?

Dormir demais e atrasar é um comportamento mal visto, mas seria este o pior?
Dormir demais e atrasar é um comportamento mal visto, mas seria este o pior?

Essa pergunta possui várias respostas.

Mas vamos ao básico: o objetivo de entender melhor sobre comportamento no ambiente de trabalho é para que você consiga ter maiores resultados na sua profissão, correto? Ou seja, menos atrito com seus companheiros de trabalho e maiores resultados profissionais, seja na produtividade ou no posicionamento na carreira.

Logo, o comportamento negativo é aquele que vai contra isto.

Temos dois focos. O primeiro foco é sobre não ter atritos e o segundo é de ser reconhecido. No primeiro foco, o cuidado necessário para não gerar atritos, normalmente, vem direto das manifestações do nosso ego. Algo como uma necessidade de aprovação dos outros ou, simplesmente, o desejo de que as coisas sejam diferentes. E aqui vem o primeiro dos piores comportamentos no ambiente de trabalho.

Fofocas.

O autor Yuval Noah Harari em sua obra “Uma Breve História da Humanidade” explica que a fofoca é, na verdade, o grande motivo da humanidade prosperar e se tornar a espécie dominante. E você já vai entender como que o comportamento no ambiente de trabalho se conecta com a fofoca. A fofoca funciona assim: quando você cria diferenças entre grupos, você literalmente cria grupos.

É o princípio “nós VS eles”.

E a fofoca, talvez no passado, tenha sido importante para criar grupos fortes que estavam dispostos a lutar contra outros grupos. Porém, na era atual, a fofoca como comportamento no ambiente de trabalho continua separando grupos, mas dessa vez isto não ajuda na sobrevivência. E qual a diferença? Fofoca pode ter sido a precursora do que hoje chamamos de “política”. Mas política é um comportamento no ambiente de trabalho que possui ganhos mútuos.

E a fofoca é apenas negativa. Para você.

E aqui vem a solução: ao invés de falar mal dos outros, tente o contrário. Encontre um lado positivo. Saiba ter opinião e apoiar o seu grupo, mas fofocar sobre outros grupos pode te colocar em maus lençóis quando você precisar de algo. Isto começará a te ajudar nas relações interpessoais com seus parceiros. E aproveito para explicar outro péssimo comportamento no ambiente de trabalho.

O comportamento de não ter limites em ajudar.

Sim, ajudar seus parceiros é um ótimo comportamento, mas não quando isto custa o seu próprio trabalho. Estabelecer limites é importante para manter a sua produtividade e foco. Por fim, para conseguir ter alta performance com a ajuda do seu comportamento no ambiente de trabalho, é preciso saber diferenciar suas qualidades e defeitos (principalmente na fase de entrevista).

Comportamento no Ambiente de Trabalho Para Se Destacar (Checklist)

Você tem o que é preciso para conseguir todos os melhores comportamentos no ambiente de trabalho?
Você tem o que é preciso para conseguir todos os melhores comportamentos no ambiente de trabalho?

Alguns comportamentos são cruciais.

O comportamento no ambiente de trabalho não pode ser negligenciado e existem alguns que são esperados para se ter um ambiente de trabalho saudável e harmonioso que continue em direção a um propósito comum da empresa. Entenda que isto não é algo fixo para todos e pode variar bastante para você, mas este tipo de comportamento no ambiente de trabalho irá te dar um caminho a seguir.

1. Organização em Primeiro Lugar?

Na verdade, “tanto faz”.

É antiquado o pensamento de que você precisa ser organizado, assim como desorganizado. Pode parecer confuso, mas você simplesmente não consegue ter todas as características positivas. Um ambiente organizado é bom? É ótimo, principalmente se você for naturalmente organizado. Mas não fique nervoso se você não o for. Foque em suas qualidades.

E qual nível mínimo de organização?

O suficiente para você cumprir suas obrigações e não atrapalhar os outros. Ou seja, seu gerente nunca vai ficar chateado por sua mesa estar bagunçada se você sempre cumprir seu trabalho com prestígio. Da mesma forma, se sua bagunça atrapalhar alguém, então é preciso melhorar a organização, seja física no local de trabalho ou mesmo na sua própria gestão de tarefas.

2. Bom Dia, Boa Tarde e Boa Noite.

Essa dica é especial para introvertidos.

É realmente muito difícil sair da zona de conforto para ficar dando bom dia para todo mundo, mas isso é importantíssimo. Não importa o seu tipo de perfil, esse simples gesto de interação reduz muito a barreira das pessoas contra você e te ajuda a ter melhores relacionamentos com um simples comportamento no ambiente de trabalho.

3. Pequenos Favores, Grandes Recompensas.

Já te falei sobre não fazer muitos favores, correto?

Mas toda regra sobre comportamento no ambiente de trabalho possui sua exceção. É importante não se sobrecarregar com tarefas que não são suas. No entanto, ajudar um colega com uma tarefa (quando você puder) vai ativar o poder da gratidão no outro e ajudará não somente você, mas toda a organização.

4. Deixe Suas Ações Falarem Alto

O típico “faça mais e fale menos”.

Um motivo disso ser importante é que muitos de nossos projetos que ainda vamos fazer podem dar errado. Anunciar que faremos antes de completar pode ser um convite para mostrar que você “fala e não faz”. Da mesma forma, se você focar na tarefa que tem em mãos (ao invés de focar em quem vai ouvir falar dela), sua performance poderá melhorar por você estar totalmente presente no momento.

E quando se deve falar?

Muitas ações falam alto. Uma tática bem simples, num universo onde todo mundo quer provar que “faz mais” é fazer seu trabalho com extrema performance. Isso sem precisar ficar falando para seu chefe tudo que você faz. Se a ação for importante para a empresa, ele vai notar. No entanto, caso você se sinta desconfortável, chame-o para conversar.

Peça ajuda sobre suas ações e pergunte se está no caminho certo.

5. O Problema dos Perfis Opostos. 

Você terá muito atrito.

Perfis opostos são onde as maiores barreiras sociais existem com o comportamento no ambiente de trabalho. Basta imaginar dois estagiários compartilhando a mesma mesa de trabalho em turnos diferentes. Se um deles é desorganizado e, o outro, super organizado, prepare-se para ver muitas discussões acontecendo entre os dois (quando, e se, eles estiverem juntos).

O que fazer então?

Não é fácil e você precisa aprender a navegar corretamente neste mar de diferenças. O que posso te dizer para aliviar é que você encontra o melhor comportamento no ambiente de trabalho nos perfis opostos. Desorganizados costumam ser proativos, organizados não. O extrovertido que “perde tempo tomando cafezinho” pode ter habilidades sociais que um introvertido sofre para ter.

E um introvertido pode ter técnicas incríveis para compartilhar.

Cada comportamento no ambiente de trabalho possui o seu oposto e cabe a você entender que, quanto mais alguém incomodar, mais você poderá aprender com esta pessoa. O que te incomoda no outro não está no outro, é somente algo em você que você pode trabalhar.

E, de repente, temos harmonia no ambiente de trabalho.

E o Comportamento no Ambiente Pessoal?

Há quem tome o café da manhã direto na empresa. Se fizer isso sem gastar as horas de trabalho, poderá ser um incrível comportamento positivo de socialização.
Há quem tome o café da manhã direto na empresa. Se fizer isso sem gastar as horas de trabalho, poderá ser um incrível comportamento positivo de socialização.

E você? Tem cuidado de você?

Algo que muitas pessoas costumam esquecer é que o profissional não existe sem o pessoal. Para descobrir como perder a timidez, você afetará tanto sua vida profissional, quanto pessoal. Se você não cuidar do lado pessoal da sua vida, seja isso relacionamentos, lazer ou família, talvez não adiante entender o comportamento no ambiente de trabalho. Então vou te fazer algumas pequenas reflexões que farão você entender melhor como sua vida pessoal poderá melhorar sua vida profissional.

E o primeiro ponto é sobre sua saúde física.

Entender e cuidar bem da sua saúde física é o mais importante de todos os fatores. Não somente por culpa do argumento simples de que você poderá ter problemas de saúde, mas também da alta performance. Pensando em performance, uma simples corrida de 15 minutos por dia irá liberar adrenalina e endorfina o suficiente para transformar você.

E, literalmente, irá transformar.

Todo o humor pessimista, chateado e triste pode desaparecer com uma simples liberação dos hormônios corretos. E é nisto que exercícios físicos irão te ajudar. De forma análoga, uma alimentação saudável é ideal para ter alta performance com seu comportamento no ambiente de trabalho. Mas indo para outro ponto, destaco um termo americano chamado “work-life balance”.

“Work-life balance” significa equilíbrio entre trabalho e vida pessoal.

E não vou entrar em detalhes aqui, mas a importância desse equilíbrio é que ele atenda às suas necessidades. Nem sempre vamos ter a capacidade de dar nosso máximo em todas as áreas. Normalmente, sempre teremos algo que ficará deixado de lado. Às vezes trocamos vida social pela vida familiar. Às vezes, vida familiar pela profissional.

E tudo é uma troca nesse “equilíbrio”.

A pergunta importante a se fazer é se você possui o autoconhecimento necessário para continuar fazendo o que faz pelo tempo que precisa fazer. Qual sacrifício você precisa fazer para atingir o que deseja? E se a vida possuir 10 áreas diferentes e você só tiver 5 pontos para distribuir? Em quais áreas você apostaria esses pontos para se sentir em plenitude?

E são essas dúvidas que me levam a te fazer um convite.

Um convite para participar de um novo momento na sua vida, de participar de Desafios reais que te façam se desafiar na vida e atingir um novo patamar de Evolução Pessoal. Se você quer, realmente, se autoconhecer e descobrir a pessoa incrível que você é, basta aceitar o Desafio Gratuito de 21 dias do Alô, Evolução.


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *