Autoestima significa respeitar quem é você e o que quer da vida

Autoestima significa saúde mental. Então, considero que poucos assuntos são tão importantes quanto esse.

Para encarar dias cada vez mais cheios e caóticos é preciso um forte senso de identidade, orgulho e valor. Vivemos em um mundo com cada vez mais opções e ao mesmo tempo, a sensação é de que estamos cada vez mais perdidos.

O mundo muda a cada segundo. Certamente, algumas milhares de mudanças e descobertas estão acontecendo nesse momento.

É um momento ruim para não saber quem você é. Ou pior, saber que não pode confiar e contar consigo mesmo.

Escolhi escrever sobre autoestima porque acredito na mudança. Mas, também acredito que, a maioria das pessoas não confia em sua capacidade de mudar e melhorar.

Raramente pensam de forma consciente, sobre o que podem fazer para reverter seu desconforto. Assim, acreditam que são incapazes de melhorar como pessoa e isso acaba por se tornar uma realidade em sua vida.

No entanto, se você busca saber o que a autoestima significa e como pode trabalhar a sua, já deu o primeiro passo para começar a mudar sua vida.

Nesse sentido, este artigo vai ajudar você a começar a cuidar melhor da sua autoestima.

Autoestima significa coragem para enfrentar os desafios da vida

Autoestima significa disposição e coragem para enfrentar os desafios da vida
Photo by Oliver Cole on Unsplash

Antes de mais nada, a autoestima é composta por dois fatores que se relacionam entre si:

Eficácia Pessoal: significa que você confia em sua mente, capacidade de pensar, entender, escolher, aprender e tomar decisões. Ou seja, é a sua capacidade de compreender a realidade, de acordo com seus interesses e necessidades.

Conhecida também como autoconfiança.

Respeito próprio: significa que você conhece bem o seu valor. Assim, mantém a atitude positiva para viver e ser feliz. Sente-se seguro em afirmar seus pensamentos, desejos e necessidades. Isso porque, o sentimento de alegria e satisfação é visto como um direito.

Em resumo, autoestima significa a soma da eficácia pessoal com uma boa dose de respeito próprio.

Assim sendo, a eficácia pessoal dá a você a sensação de controle. Estar no centro das decisões que envolvem sua vida, fornece a você calma e bem estar. 

Você sai da condição de espectador ou vítima e se torna protagonista de sua vida.

Enquanto o respeito próprio garante que você considere sempre seus valores, objetivos e contribuição única como ser humano em qualquer decisão que venha a tomar.

Garante que você não se esqueça do que quer.

Por fim, caso prefira uma definição um pouco mais formal, podemos resumir a autoestima como: disposição para sentir-se capaz de enfrentar os desafios da vida e ser digno de ser feliz.

Em que nível está sua autoestima?

Em que nível está sua autoestima?
Photo by Sharon McCutcheon on Unsplash

Se você quer melhorar sua autoestima, um bom primeiro passo é reconhecer em que nível ela está. Afinal, é difícil acertar um alvo que não se consegue ver.

A fim de ajudá-lo, a seguir falarei sobre os possíveis níveis para sua autoestima:

  • Baixa autoestima: constante sentimento de estar errado. Não sobre um ou outro assunto específico, mas sobre tudo. Assim, alguém com baixa autoestima considera que o problema está em seu nível pessoal. Ou seja, acredita que o problema é ela.
  • Média autoestima: estar na média é dividir-se entre momentos de confiança e falta dela. Sendo assim, alguém com autoestima média oscila entre boas decisões e incertezas. Às vezes acredita que é capaz de crescer e conquistar aquilo que deseja, às vezes não.
  • Alta autoestima: ter uma boa autoestima é se sentir confiante para encarar e vencer qualquer desafio que a vida coloque diante de você. É sentir-se competente e digno de conquistar a vida que você quer viver.

Por que você precisa saber o que significa autoestima?

Por que você precisa saber o que significa autoestima?
Photo by Darius Bashar on Unsplash

Antes de mais nada, autoestima é uma necessidade básica de nós seres humanos. Você com certeza sente-se bem em saber que é capaz de construir e viver o que deseja.

Mas talvez esteja se perguntando: por que isso acontece?

O que diferencia nós seres humanos de outros animais é a nossa capacidade de pensar sobre nossos pensamentos e emoções. Essa habilidade é conhecida como autoconsciência.

Assim, ainda que seja comum fugirmos de pensamentos desconfortáveis.

Com frequência os seguintes pensamentos costumam voltar para nos assombrar: posso confiar em minha mente? Acredito ser capaz de pensar e organizar minha vida? Eu sou suficiente? Sou uma boa pessoa? Sou digno de respeito, amor, sucesso e felicidade?

Sem dúvidas, ter uma boa autoestima dá a você a segurança de saber que está no caminho certo.

Lembra que a autoestima é composta pela autoconfiança e respeito próprio?

Então, quando você escolhe pensar sobre o que acontece em sua mente e agir de acordo com os objetivos que deseja alcançar. Por certo, está todos os dias alimentando um pouco sua autoestima.

Por que é tão difícil melhorar a autoestima?

Photo by Martin Péchy on Unsplash

Ainda que, pensar seja fundamental para que possamos construir aquilo que queremos viver. Não somos programados para pensar de forma automática. É uma escolha.

Sobretudo, se olharmos para outras funções do corpo como por exemplo, o coração, pulmões e fígado. É possível perceber que nossa mente funciona de um jeito diferente.

Nossa mente não nos manda conhecimento quando e conforme precisamos, como o coração nos manda sangue para que possamos continuar vivos.

Ela também não faz as melhores escolhas, testes e ajustes de forma automática, ainda que isso pudesse ser o melhor a ser feito.

Assim, a responsabilidade de colocar consciência ou não sobre as coisas que incomodam ou atrapalham você é somente sua. Está em suas mãos, a opção de pensar ou não sobre o que deseja construir e melhorar em sua vida.

Essa é a raiz da liberdade e está sob nossa responsabilidade.

No entanto, como seres humanos confusos que somos. Pensamos e escolhemos a vida que queremos construir. Mas no outro dia, podemos seguir direto para o caminho contrário. Podemos escolher o que é racional, ético e sábio, mas no dia seguinte, esquecer tudo o que foi definido.

Podemos questionar sempre, se nosso comportamento e atitudes estão de acordo com aquilo que buscamos viver. Ou podemos apenas evitar pensar sobre isso.

O conceito de livre arbítrio é muito falado hoje em dia. Diz respeito a sua escolha de expandir ou não sua consciência em qualquer situação de sua vida. Pensar ou ignorar o que incomoda você.

Assim, é possível perceber que por pior que pareça sua situação hoje. Sempre existe uma escolha à sua disposição.

Comece a pensar, escolher e melhorar sua vida

Estamos chegando ao fim do artigo, mas quero dizer que nenhuma teoria no mundo vai ajudar você a melhorar sua vida, sem que você comece a agir.

Isto é, preste atenção em pensamentos e emoções que acompanham você todos os dias. Pense de forma consciente sobre eles e perceba que você não é os seus pensamentos. 

Perceba que você está sempre em posição de escolher.

Escolher permanecer com a mente cheia de coisas que atrapalham e incomodam você. Ou escolher agir de maneira proativa para mudar os seus pensamentos e crenças em prol de buscar a vida dos seus sonhos.

Comece a mudar o que você pensa sobre si mesmo.

Em seguida, comece a agir. A partir desse ponto, é provável que construir uma boa autoestima comece a se tornar algo mais simples e automático para você.

Espero de verdade, que este artigo possa ajudar você e as pessoas com quem se importa.

Se esse for o caso, compartilhe o artigo com as pessoas que ama e se importa. E se quiser ficar por dentro de tudo o que rola aqui no Alô Evolução, é só colocar seu e-mail no campo abaixo. 

Estamos juntos…

Fique Atualizado!

Receba diretamente em seu e-mail, artigos completos de alta qualidade e valor com objetivo de fornecer a você ferramentas e dicas para acelerar sua evolução diariamente.

Sem Spam! Enviamos apenas conteúdo de alta qualidade para impulsionar sua evolução.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *